Sadia tem faturamento recorde de R$ 7,3 bilhões

Agronegócio

Sadia tem faturamento recorde de R$ 7,3 bilhões

Por:
2 acessos

A Sadia fechou 2004 com faturamento recorde, mas o lucro apresentou uma pequena queda. Segundo relatório divulgado nesta segunda-feira, a receita operacional bruta subiu 25% no ano passado, para R$ 7,3 bilhões. O lucro líquido apurado, de R$ 438,7 milhões, foi 1,8% inferior ao registrado no ano de 2003 e representou um retorno de 24,7% sobre o patrimônio líquido. O ano de 2004 foi caracterizado por uma grande volatilidade dos custos e da taxa de câmbio, o que frustrou as expectativas da empresa em relação à lucratividade.

Apesar disso, a Sadia disse que "soube aproveitar a lenta, mas consistente, retomada do consumo no mercado interno e as oscilações do mercado mundial de aves, decorrentes da crise sanitária na Ásia. Segundo o levantamento, do total da receita, 51% foram provenientes do mercado interno e 49% de vendas ao mercado externo. Segundo o relatório, uma das importantes conquistas da empresa no ano foi ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão nas exportações. O equilíbrio entre as vendas domésticas e internacionais contribuiu para reduzir a exposição da Sadia a riscos mercadológicos, de acordo com comunicado divulgado nesta segunda-feira.

- O aumento de 25% na receita bruta, apesar de a desvalorização do dólar ter afetado seu valor em reais, se deve principalmente a um robusto aumento dos volumes comercializados, que contribuíram também para a melhoria do resultado operacional. A margem de LAJIR foi de 9,4%, ante 7% em 2003. O EBITDA cresceu 20,8% em comparação ao ano anterior, para R$ 783,8 milhões, o que representou 12,3% das vendas líquidas - segundo o relatório.

A Sadia investiu em 2004 R$ 246,4 milhões. Desse total, 37,8% foram destinados ao incremento da produção de industrializados e 37% à produção de aves. O saldo foi aplicado em outros projetos, entre os quais o novo Centro de Distribuição de Ponta Grossa, que começou a operar no mês de novembro, e o aumento da capacidade de abate de suínos. Dentre os investimentos anunciados ao longo deste ano, um dos mais importantes será a ampliação de todas as linhas de produção da unidade de Uberlândia (MG), na qual a Sadia aplicará R$ 185,3 milhões entre 2005 e 2008. A unidade é a única com as três linhas de animais (frangos, perus e suínos) e, em três anos, deverá se tornar a maior planta produtiva da empresa no país, segundo a Sadia.

A Sadia pretende investir R$ 500 milhões ao longo de 2005. O volume é duas vezes maior do que o aplicado no ano passado e quase cinco vezes superior aos recursos investidos em 2003. A Sadia informou ainda que em função dos investimentos no aumento de produção contratou cerca 6.000 funcionários ao longo do ano. A empresa fechou o ano de 2004 com 40.600 empregados. Para 2005, estão previstas outras 4.000 contratações.

A Sadia prevê que a economia brasileira terá um crescimento moderado e consistente, o que deve contribuir para um bom desempenho das vendas da empresa no mercado interno, com evolução semelhante à registrada em 2004. As vendas físicas devem apresentar crescimento de 7%. Para o mercado externo, as perspectivas também são positivas. A Sadia acredita que a demanda por seus produtos continuará aquecida, com crescimento de volumes entre 10% e 12%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink