Safra 2014 fecha em mais de 600 milhões de quilos de uva no RS

Agronegócio

Safra 2014 fecha em mais de 600 milhões de quilos de uva no RS

Volume total ficou cerca de 1% menor em relação a 2013
Por:
1031 acessos
Na safra 2014, o Rio Grande do Sul, estado onde se origina 90% da produção total do país, produziu 604 milhões de quilos de uva. Deste total, 538 milhões de quilos (89%) são de variedades americanas e híbridas - usadas na elaboração de vinho de mesa e suco - e 66 milhões de quilos (11%) de uvas viníferas, usadas para elaborar vinhos finos. Em 2013, a safra foi de 611,9 milhões de quilos, sendo 537,5 milhões de quilos de americanas e 74,3 milhões de quilos de variedades viníferas.


A diferença entre os resultados, que representa uma redução de cerca de 1%, explica o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Dirceu Scottá, se deve a alguns períodos de geada e queda de granizo. Percebeu-se também, segundo ele, que o clima foi muito semelhante entre as regiões produtoras gaúchas. Mesmo a Serra do Sudeste, tradicionalmente mais seca, teve produção com qualidade similar à da Serra Gaúcha.

"Pode-se dizer que foi uma safra boa em qualidade, principalmente os vinhos-base para espumantes e os vinhos tintos jovens de média guarda. Tivemos uma safra com características de mediana à boa", afirma. Apesar de ainda ser cedo para qualquer previsão, Scottá garante que ao excesso de chuva que atingiu o estado no início de julho não compromete a próxima safra, já que este período é de dormência das parreiras. As podas devem começar na segunda quinzena do mês.


Segundo o presidente Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro do vinho (Ibravin), Moacir Mazzarollo, as uvas colhidas no início de fevereiro tiveram melhor qualidade, como a Concord e a Bordô, usadas principalmente na elaboração de vinhos de mesa e sucos. Dentre as viníferas, a Chardonnay é um exemplo de boa qualidade nesta safra. "A média de grau (teor glucométrico) depende da época da colheita. As que foram colhidas no início de fevereiro tiveram excelente qualidade", diz.

O presidente da Associação dos Vinhos da Campanha, Giovani Silveira Peres, explica que a incidência de chuvas também atingiu a Campanha Gaúcha e que por isso em algumas variedades não se chegou a atingir o ápice de excelência, mas a média geral foi de boa qualidade.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink