Safra da Bahia em 2015 gerou R$17 bilhões, cerca de 50% da produção do nordeste

Agronegócio

Safra da Bahia em 2015 gerou R$17 bilhões, cerca de 50% da produção do nordeste

Bahia manteve a sétima posição no ranking da agricultura brasileira, participando com 6,4% da produção nacional.
Por:
1283 acessos

Bahia manteve a sétima posição no ranking da agricultura brasileira, participando com 6,4% da produção nacional.

A produção da safra agrícola na Bahia gerou um valor bruto estimado em R$ 17,2 bilhões, em 2015, um crescimento 6,5% em relação a 2014 e representando cerca 50% da produção do Nordeste.  A Bahia manteve a sétima posição no ranking da agricultura brasileira, participando com 6,4% da produção nacional.

A soja lidera a produção com 25,9% do total produzido na Bahia, que é o sexto maior produtor de soja do país, com produção recorde de 4,5 milhões de toneladas, um aumento de 40,8% em relação a 2014, e uma participação de 4,6% da produção nacional. O valor da produção alcançou R$ 4,4 bilhões, sendo que os municípios de São Desiderio e Formosa do Rio Preto são os principais polos de produção.

A cultura do algodão é a segunda principal com 14,6% do total produzido na Bahia e representando quase 30% da produção nacional. São Desiderio lidera a produção  de algodão entre os municípios do país, com participação de 11,7% do total nacional, e é também o maior produtor agrícola nacional gerando R$ 2,8 bilhões de receita.

O cacau  é o terceiro  produto mais importante, com 7,4% do total produzido. A produção de frutas também é expressiva e  representa 11,9% do valor da produção nacional, uma receita da ordem R$ 3,2 bilhões.

Bom Jesus da Lapa, no Território do Velho Chico, foi o quinto município do ranking nacional, com participação de 0,9% no valor da produção de frutíferas. Outros municípios como Juazeiro, Rio Real, Casa Nova e Itabela se destacam na fruticultura. As informações são Pesquisa Agrícola Municipal do IBGE e foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink