Safra de cana deve ter maior ênfase na produção de açúcar
CI
Agronegócio

Safra de cana deve ter maior ênfase na produção de açúcar

Por:

A nova safra de cana, a 2004/05, que começa a partir de maio no Centro-Sul do país, deverá ter maior ênfase na produção de açúcar, se os preços da commodity em Nova York se mantiverem nos atuais patamares. Segundo dados da Datagro, com base nas cotações do açúcar na bolsa de Nova York do dia 2 de março (6,16 centavos de dólar por libra-peso), a paridade do produto para o álcool anidro em São Paulo fica em 4,45 centavos e, para o açúcar, a 5,7 centavos.

"Os dados mostram vantagem para a comercialização de açúcar, apesar da alta volatilidade do produto no mercado", disse Plínio Nastari, presidente da consultoria, que esteve nesta quinta-feira no seminário de açúcar e álcool organizado pela Procana Informações e Eventos.

Segundo Nastari, a sinalização de que o mercado está mais favorável ao açúcar ocorre com as exportações. Em fevereiro, os embarques brasileiros de açúcar totalizaram 724 mil toneladas, um aumento de 201% sobre fevereiro de 2003. Os volumes são recordes para o mês de entressafra. "Para março, são fortes as indicações de entregas em Nova York", disse Nastari. As projeções para as exportações do Centro-Sul do país devem fechar em 11,4 milhões de toneladas de açúcar, aumento de 200 mil toneladas sobre a safra anterior. "Até há 30 dias as projeções eram mais baixistas", disse.

Segundo Nastari, o cenário para o mercado internacional de açúcar em 2004 não é de crise total. As indicações da Datagro são de que os preços continuarão baixos nos próximos meses no mercado interno e externo, sobretudo com a pressão exportadora do Brasil. Mas os dados de analistas internacionais são de a que a Índia e a Tailândia poderão ter uma quebra de safra e a União Européia reduza a área para beterraba por conta da revisão do mercado açucareiro, que será feito a partir de junho. A China poderá também aumentar a demanda por açúcar. Se confirmadas, poderão dar fôlego para os preços do açúcar a partir do terceiro trimestre deste ano.

Os dados do relatório da inglesa Kingsman ainda para a safra global de açúcar 2003/04 (de setembro a outubro) é de que o mercado mundial poderá registrar um déficit de 270 mil toneladas, em razão da quebra da beterraba na UE no ano passado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink