Safra de laranja na Flórida pode ser a menor em 17 anos

Agronegócio

Safra de laranja na Flórida pode ser a menor em 17 anos

A safra poderá ser ainda menor que o volume previsto pelos EUA em outubro
Por: -Redação
2 acessos

A safra de laranja da Flórida poderá ser ainda menor que o volume que havia sido previsto pelo governo dos Estados Unidos em outubro passado, o mais baixo dos últimos 17 anos. Uma seca rigorosa está restringindo o tamanho das frutas em laranjais já estavam danificados pelos furacões e pelas pragas. As informações sobre as más condições das plantas fizeram com que os contratos futuros de suco de laranja alcançaram um recorde. Ontem, o produto foi a cotado a 204,95 centavos de dólar a libra peso.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda) deverá projetar, na próxima semana, uma safra de até 132,4 milhões de caixas de laranja para a Flórida, segundo uma média dos prognósticos feito por sete analistas ouvidos pela Bloomberg. Esse volume representa uma retração de 1,9 por cento em relação aos 135 milhões de caixas estimados dois meses atrás.

A produção de laranja na Flórida foi de 147,9 milhões de caixas de laranja (de 40,8 quilos cada) na última safra.

"O que se diz é que a safra pequena pode ficar ainda menor", observou Fain Shaffer, presidente da Infinity Trading Corp. , de Ashland, no estado norte-americano de Oregon. ``O clima tem estado muito seco na Flórida", afirmou Shaffer.

A queda da safra fez com que os preços do suco de laranja no atacado subissem 60% no último período de 12 meses, alcançando um recorde. Os contratos futuros de suco com vencimento em janeiro subiram 2,7 centavos de dólar, ou 1,3 por cento para US$ 2,081 a libra-peso ontem às 10h41 na Bolsa de Commodities de Nova York (Nybot), após alcançar US$ 2,087, a sua maior cotação de todos os tempos.

A projeção para a produção de laranja da Flórida formulada pelo USDA em outubro, de 135 milhões de caixas, será a menor já produzida pelo estado desde a safra 1989/90, quando os pomares foram afetados pela geada. Naquela ocasição, a produção de laranja ficou em 110,2 milhões de caixas. O Estado norte-americano da Flórida é o segundo maior produtor mundial de laranja, atrás de São Paulo, no Brasil. Os danos causados pelos furacões forma responsáveis pela quebra da safra.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink