Safra dourada para a soja no RS

Agronegócio

Safra dourada para a soja no RS

Cenário bastante positivo aos sojicultores do RS
Por:
2650 acessos
A produtividade elevada, preços historicamente positivos e custo de produção menor configura um cenário bastante positivo aos sojicultores do Estado. Conforme a AgRural, a renda líquida da soja por hectare deve ser de R$ 949,00 com margem de 99%, considerando os custos variáveis. No ciclo anterior, o valor foi de R$ 717,00, com 68% de rentabilidade.

Segundo a analista da AgRural, Daniele Siqueira, para o cálculo foi projetado preço de venda de R$ 42,30 a saca. A analista explica que o valor oscila especialmente no final de colheita, quando a pressão aumenta devido ao grande volume de oferta. "Há uma combinação rara no caso da soja de preços bons com safra cheia. E a cotação em Chicago é favorável, reduzindo os impactos do dólar." O presidente da Comissão de Grãos da Farsul, Jorge Rodrigues, alerta que o grande problema agora é o preço efetivo de comercialização, pois o valor de venda, que partiu da projeção de R$ 45,00 por saca de 60 quilos, está entre R$ 39,00 e R$ 42,00. "Não é momento para euforia, mas de cautela para garantir o resultado final."

O assistente técnico estadual da Emater, Alencar Rugeri, destaca que os produtores não devem pensar que a soja é a solução de todos os problemas. Para ele, o momento é ímpar, com bons resultados porque o custo de plantio foi relativamente baixo, a produtividade é boa e os preços estão favoráveis. Por hectare, o desembolso com insumos de produção neste ano foi de R$ 955,00, enquanto na safra anterior o gasto atingiu R$ 1.050,00.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink