Safra menor de cana vai elevar preço do álcool

Agronegócio

Safra menor de cana vai elevar preço do álcool

Problemas climáticos trouxeram pragas e doenças ao canavial e afetaram a rentabilidade
Por:
1690 acessos
A safra de cana-de-açúcar deve ficar novamente menor este ano, dado três fatores principais: os problemas climáticos, que compactaram o solo, trouxeram pragas e doenças ao canavial e afetaram a rentabilidade da cana. A falta de renovação de área, e o canavial envelhecido, que afetam diretamente a produtividade da planta. Segundo levantamento realizado pela consultoria Datagro, a produção deve ficar em 600 milhões de toneladas, que representa queda de 3,3% ante a safra anterior.


Devido a problemas enfrentados nas três ultimas safras de cana-de-açúcar no País, tanto de ordem climática, quanto de pragas e falta de renovação e expansão dos canaviais, a produção sucroalcooleira será menor. Segundo Guilherme Nastari, analista da Datagro tudo isso ajudou a elevar os preços do açúcar por conta da maior demanda internacional, e do etanol que possui crescente demanda no mercado interno brasileiro, dada a maior venda de carros flex. "Os preços mais baixos em 2011, são mais altos que os preços mais baixos de 2010, e isso reflete uma maior capacidade da industria e dos produtores se capitalizarem, até para que os investimentos no setor possam retornar", afirmou ele.


Com isso, a expectativa é que o Brasil deverá importar mais etanol durante esta safra para minimizar a complicada relação oferta e demanda no mercado interno. Dentro deste cenário a consultoria trabalha com a chance de compras externas de aproximadamente 770 milhões de litros de etanol contra os 455 estimados para o período anterior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink