Saiba como a irrigação pode reduzir custos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Imagem: Pixabay

ALTA PRODUTIVIDADE

Saiba como a irrigação pode reduzir custos

Para produtor, irrigação representa o elemento de segurança para as suas lavouras de soja, milho, sorgo e milheto
Por: -Aline Merladete
1100 acessos

O manejo é uma parte essencial de qualquer sistema de irrigação. Isso significa que a aquisição dos equipamentos é apenas o primeiro passo para tirar todo o proveito da tecnologia, já que os melhores resultados são obtidos a partir de tomadas de decisões baseadas em informações completas e assertivas. 

Para o produtor, esse problema pode representar um desafio intimidante - afinal, as variáveis envolvidas são diversas, desde a quantidade de água utilizada até o melhor horário para se irrigar, passando pelo consumo de energia e as particularidades de cada cultivar. 

E é aí que entra em cena a Irriger. Com uma equipe altamente capacitada e preparada, a empresa oferece o melhor serviço de consultoria técnica para a utilização otimizada dos pivôs Valley, entregando o total controle nas mãos do produtor irrigante. 

O trabalho da Irriger é facilitar a vida do produtor, preparando-o para usar o sistema de irrigação para aumentar a produtividade da forma mais eficiente possível. 

Em Luís Eduardo Magalhães (BA), a Fazenda Sama é um exemplo mais que adequado para mostrar o valor que a consultoria pode representar para o dia a dia na fazenda e para a rentabilidade de cada colheita. 

Propriedade do sr. Jarbas Bergamaschi, a fazenda conta com o auxílio da Irriger há mais de 10 anos. E essa ajuda é mais que necessária, já que a área irrigada possui a atuação de 10 pivôs Valley, que atendem a 1221 hectares, do total de 2102 ocupados pelo terreno. 

Para Jarbas, a irrigação representa o elemento de segurança para as suas lavouras de soja, milho, sorgo e milheto. "A irrigação é uma questão de segurança em relação ao risco climático, além de otimizar o uso das terras durante o ano inteiro. Sobre a consultoria, ela traz a vantagem do bom manejo, planejado de acordo com cada cultura e os equipamentos disponíveis na fazenda", explica. 

O resultado desse trabalho, que já dura mais de uma década, tranquiliza o produtor sobre o uso do seu sistema de irrigação. "Temos a garantia de que não há uma irrigação em excesso nem em falta, o que torna todo o processo economicamente viável e, além disso, ambientalmente correto", avalia. 

O técnico responsável pelo atendimento à Fazenda Sama é Igor Silva Santos. A longa duração do trabalho de consultoria permite a obtenção de dados precisos e completos sobre o desempenho da lavoura e, é claro, do sistema de irrigação Valley, conforme explica Igor. 

"Sempre colhemos safras muito boas - a cada ano que passa, só melhora. Temos contribuído muito com imagens de satélite que mostram o estado das lavouras como um todo. Também já realizamos estudos que retratam a economia possível de acordo com diferentes horários de irrigação, entre outras ações", comenta. 

Além disso, a equipe Irriger também desenvolve visitas periódicas à propriedade, onde os técnicos realizam a avaliação das culturas, do solo e dos equipamentos, orientando o produtor sobre as possíveis correções e ajustes a serem feitos. 

"É uma troca de informações muito rica, que fica mais completa conforme o tempo do atendimento. É claro que o resultado também depende do produtor. No caso da Fazenda Sama, a equipe executa um manejo muito eficiente, aumentando a área irrigada com precisão. Todas as decisões da fazenda são tomadas de forma técnica, entre os proprietários e os consultores. No decorrer de 10 anos, esses dados foram sempre levados em consideração para garantir a melhor irrigação", descreve Igor. 

E o progresso não para. Para o sr. Jarbas, ainda é possível melhorar a eficiência dos pivôs nas lavouras. "Queremos diminuir os custos com a irrigação, trazendo mais eficiência e economia para todo o sistema produtivo. A consultoria da Irriger ajuda na eficácia do planejamento da gestão da irrigação, utilizando o conhecimento técnico para controlar os custos e melhorar as margens dos talhões irrigados", considera. 

Com informações da assessoria.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink