Saiba o prazo para se inscrever no Desafio Nacional do CESB
CI
Imagem: Pixabay
PRODUTIVIDADE

Saiba o prazo para se inscrever no Desafio Nacional do CESB

Todos os participantes deverão renovar seus cadastros junto ao CESB, por conta das regras impostas pela LGPD
Por:

Você é produtor rural ou consultor técnico agrícola e quer concorrer a um título de grande expressão nacional? Então, não perca tempo e faça agora mesmo a sua inscrição no renomado Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, organizado pelo Comitê Estratégico Soja Brasil.

Acesse o endereço https://www.cesbrasil.org.br/desafio-da-soja/ e garanta a sua participação na concorrida iniciativa, que tem como objetivo desafiar produtores e consultores a utilizarem práticas agrícolas que contribuam para uma produção sustentável, rentável, saudável e sólida.

Em função das regras impostas pela LGPD, todos os participantes deverão renovar seus cadastros com o CESB. A renovação do cadastro contribuirá para o melhor controle em relação aos envios dos laudos técnicos e certificados emitidos pelo CESB e para uma maior segurança da informação, tanto dos próprios participantes, quanto do CESB.

Até dia 31 de janeiro - A 14ª Edição, com inscrições até dia 31 de janeiro, terá duas grandes novidades: 1) aumentará o patamar de produtividade esperado para os participantes, e 2) criará uma nova regional Norte, fruto do desmembramento da Região Norte e Nordeste, para que cada região tenha o devido e merecido destaque no Desafio. Sendo assim, a partir da Safra 21/22, o Desafio passará a ter cinco regiões de destaque dentro da Categoria Sequeiro.

Leonardo Sologuren, presidente do CESB, explica que, tradicionalmente, o Comitê estabeleceu uma “régua de produtividade” na casa das 90sc/ha. Até então, se a colheita esperada fosse acima de 90 sacos/ha (5400 kg/ha), o produtor deveria chamar a auditoria oficial do CESB para acompanhar a colheita e solicitar auditagem. “Agora, nesta nova edição do Desafio, o patamar subirá para 95sc/ha”, diz.

A mudança é reflexo do excelente desempenho do Desafio CESB e da sojicultura nacional como um todo, ao longo dos últimos anos. Na edição passada, os vencedores estiveram muito acima da média produtiva nacional do cultivo, estimada em 58,3sc/ha pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Por exemplo, o produtor campeão da região Sul, Ernest Milla (in memoriam) – Condomínio Milla, da propriedade Fundo Grande, de Pinhão (PR), registrou 129,16sc/ha, consagrando-se também como vencedor nacional. Na categoria Irrigado, Silvio Langreberto Maluta, da Fazenda Fratelli, de Itapeva (SP), ficou em primeiro lugar, com 121,29sc/ha.

O presidente do CESB acredita que a mudança pode trazer números ainda mais positivos tanto para a sojicultura nacional, quanto para o Desafio, que na sua 13ª edição registrou recorde no número de inscritos – 6 mil ao todo, um crescimento de aproximadamente 15% em relação à edição anterior. “A decisão de aumentar o patamar de produtividade é uma forma do CESB de acompanhar a alta performance do sojicultor brasileiro”, afirma.

De forma mais prática, a mudança implica que o custo da auditagem para produções acima de 95sc/ha é de responsabilidade do CESB, enquanto nos casos em que a produtividade for menor que 95sc/ha, o custo é de responsabilidade de quem acionou a auditagem, sendo o produtor ou consultor. “Por esse motivo, salientamos a importância da realização da amostragem e da certificação que a produtividade esteja acima de 95sc/ha”, pontua Leonardo Sologuren.

Nova categoria - Outra mudança importante na 14ª Edição do Desafio Nacional de Máxima Produtividade do CESB é o desmembramento da categoria Campeão Sequeiro - Norte e Nordeste, nas categorias Campeão Sequeiro Norte e Campeão Sequeiro Nordeste, respectivamente. De acordo com Sologuren, a ideia é dar o devido destaque aos produtores de cada região, em especial da região Norte, uma vez que o crescimento da sojicultura no Brasil se deu pelo desenvolvimento dos produtores nessas áreas menos tradicionais. “O CESB, cumprindo seu papel de estimular o aumento sustentável da produtividade da soja, entende que o mais justo seria dedicar um reconhecimento apropriado aos produtores destas regiões”, explica.

Leonardo Sologuren lembra ainda que a missão do Desafio CESB só pode ser cumprida com o apoio dos patrocinadores, que há anos têm contribuído para o bom desempenho do Desafio. “Agradecemos as empresas que já nos apoiam e convidamos novos interessados em contribuir com a iniciativa. O apoio é fundamental para o avanço dos índices de produtividade no Brasil”, finaliza. Para saber mais, e se inscrever no 14º Desafio Nacional de Máxima Produtividade do CESB, acesse: https://www.cesbrasil.org.br/desafio-da-soja/.

O valor é de R$100,00 para inscrições não-patrocinadas e 100% gratuitas para inscrições que indicarem algum dos patrocinadores do CESB. Após conclusão do Desafio CESB, todos os participantes receberão um laudo/relatório das áreas auditadas, contendo:

-Georreferenciamento da área auditada

-Descritivo do campo de produção

- Informações técnicas de manejo

- Registro fotográfico

- Informações adicionais (caso exista…)

Além de um certificado de participação, com sua classificação no Desafio CESB de Máxima Produtividade da Soja.

O CESB foi criado com o objetivo de oferecer um ambiente regional e nacional que estimule sojicultores e consultores técnicos a desafiar seus conhecimentos incentivando  o desenvolvimento de práticas de cultivo inovadoras. O CESB é composto por 19 membros e 30 entidades patrocinadoras: BASF, BAYER, SYNGENTA, UPL, FMC, JACTO, Mosaic, Superbac, Corteva, Elevagro, Eurochem Fertilizantes, ICL, ATTO Sementes, Stoller, Timac Agro, Brasmax, Stara, Datafarm, Somar Serviços Agro, Ubyfol, Fortgreen, KWS, Yara, Sumitomo Chemical, FT sementes, Biotrop, Koppert, Massey Ferguson e IBRA. Para saber mais, acesse: https://www.cesbrasil.org.br/

Serviço:

14º Desafio Nacional de Máxima Produtividade da Soja – CESB Safra 21/22

Encerramento das Inscrições: 31 de janeiro de 2022

Mais informações e Inscrições: www.cesbrasil.org.br


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.