Santa Catarina busca abertura do mercado europeu

Agronegócio

Santa Catarina busca abertura do mercado europeu

Encontro objetivou mostrar o interesse de SC em habilitar seu certificado sanitário animal e exportar carne suína UE
Por:
1258 acessos
Nesta sexta-feira (27), o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, esteve na
Bélgica, em Bruxelas, para participar do Encontro na Missão do Brasil junto à União Européia. A comitiva contou com o apoio do embaixador Ricardo Neiva Tavares e de conselheiros, para buscar a abertura do mercado europeu aos produtos de origem animal catarinense, especialmente carne suína e bovinos vivos.


De acordo com presidente da Cidasc, Enori Barbieri, o encontro objetivou mostrar o interesse de Santa Catarina em habilitar seu certificado sanitário animal e exportar carne suína para União Européia. “Nós conquistamos o status de livre de febre aftosa sem vacinação junto a OIE, mas ainda não conseguimos a certificação que nos possibilitara a abertura de mercado na Europa”, explica.

“A certificação européia pra Santa Catarina vai consolidar o trabalho que vem sendo feito entre iniciativa privada e Governo, colocando o Estado no patamar de modelo europeu”, destaca João Rodrigues. O secretário enfatizou ainda a importância do apoio vindo da Embaixada brasileira para o andamento das negociações com a União Européia. “O encontro de hoje mostrou a atenção e o acompanhamento que vêm sendo feito pela Embaixada junto a União Européia para que possamos atender as exigências sanitárias impostas por aqueles países”, afirmou Rodrigues.

“Estamos trabalhando com o mercado europeu para abertura de mercado para o Brasil, se quisermos ganhar mercado ainda teremos que nos adaptar a certas regras da União Européia”, argumenta o embaixador Tavares. Em novembro deste ano, uma missão européia virá a Santa Catarina para avaliar os avanços sanitários desde a última visita ao Estado em 2009. “Atendendo aos apelos da missão e corrigindo o que ela apontar, acreditamos que o mercado europeu se abra para Santa Catarina”, considerou o secretário Rodrigues.


Durante a reunião, o secretario deu continuidade aos trabalhos feitos pelo Estado de Santa Catarina nos últimos anos, intensificando o pleito junto aos organismos internacionais para liberação de novos mercados. Na oportunidade, foi discutida a necessidade de retirar a tarifa de importação de terneiros que hoje é de 1,12 euros por quilo de peso vivo do animal.

O embaixador argumentou que a retirada da taxa passa por um processo de negociações entre Mercosul e União Européia, e provavelmente irá se concretizar em 2014. “O governo brasileiro está trabalhando permanente para que isso aconteça o mais rápido possível”, disse Tavares.

“A retirada da taxa de importação de animais é fundamental para que possamos viabilizar o comércio entre Brasil e Itália”, completou o secretário João Rodrigues. As exportações catarinenses se darão inicialmente com a Turquia, onde não existe cobrança dessa taxa, porém o grande objetivo de Santa Catarina é conquistar o mercado italiano.


A comitiva catarinense está em missão pela Europa desde a última sexta-feira (20) e retornou ao Brasil neste sábado (27). Segundo o secretário João Rodrigues, a principal conquista da viagem foi a efetivar os negócios com a Turquia, que irá adquirir quatro mil terneiros ainda este ano. A expectativa é de que até o próximo ano as exportações cheguem a 20 mil cabeças de gado para aquele país.

Rodrigues lembra ainda da renovação do selo de Santa Catarina livre de febre aftosa sem vacinação na Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). “As orientações do Governador Raimundo Colombo são de toda missão tenha foco e resultados para Santa Catarina e esta nossa passagem pela Europa nos trouxe boas notícias e importantes contatos para o crescimento agropecuário do Estado”, concluiu o secretário.

Também participaram da reunião o Ministro Conselheiro da Missão do Brasil junto a União Européia, Ronaldo Costa; o primeiro secretário da Missão do Brasil junto a União Européia, Eduardo Ferreira, e o adido Agrícola da Missão do Brasil junto a União Européia, Odilson Luiz Ribeiro. Integram a comitiva catarinense: o Presidente da Cidasc, Enori Barbieri; o diretor técnico da Cidasc, João Marques; o secretário executivo do Sindicarne, Ricardo de Gouvêa, e o Diretor de Defesa Agropecuária, Roni Barbosa.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink