Santa Catarina tem ano difícil para os produtores de peru

Agronegócio

Santa Catarina tem ano difícil para os produtores de peru

Houve queda de faturamento ao mesmo tempo em que aumentaram as exigências por parte das agroindústrias
Por: -Vanessa Jurgenfeld
1 acessos
Este não foi um ano fácil para os produtores de peru de Santa Catarina, apesar das perspectivas de aumento nas vendas neste período de festas. O presidente do sindicato patronal dos criadores de aves de Santa Catarina (Sintravesc), Valdemar Kovaleski, diz que grande parte das granjas vai fechar 2006 no vermelho. Houve queda de faturamento ao mesmo tempo em que aumentaram as exigências por parte das agroindústrias de novos investimentos nos aviários, a fim de reforçar a segurança como prevenção à gripe aviária.


Segundo Kovaleski, a partir de maio, quando houve retração na demanda por aves na Europa - reflexo do temor da gripe aviária -, as granjas tiveram de aumentar o tempo de vazio sanitário, que é o período de intervalo entre a colocação dos lotes de aves para criação. Com o giro menor, o faturamento foi afetado. O agravante é que parte dos granjeiros havia investido em novos aviários.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink