São Miguel do Oeste e região fortalecem bovinocultura de corte
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
EVENTO

São Miguel do Oeste e região fortalecem bovinocultura de corte

São Miguel do Oeste está entre os municípios com propriedades impecáveis que se destacam no cenário da bovinocultura
Por:

São Miguel do Oeste está entre os municípios do extremo oeste com propriedades impecáveis que se destacam no cenário da bovinocultura de corte – setor que vem se desenvolvendo muito no Estado nos últimos anos. Isso porque os produtores não medem esforços para inovar, implementar tecnologias e buscar constantemente o aperfeiçoamento profissional. Exemplo disso é a força que o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) conquistou na região.

A expressão do programa ficou evidente no 4º Leilão do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), realizado recentemente pelo Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste e pela ACEBEOSC, com apoio do Sistema Faesc/Senar-SC.

O presidente do Sindicato de São Miguel do Oeste, Adair Teixeira, destaca que foram comercializados animais de qualidade excepcional. “O evento atendeu as nossas expectativas e os retornos que tivemos dos vendedores e compradores confirmam os bons negócios realizados e nos mostram que estamos no caminho certo”. 

ATEG PECUÁRIA DE CORTE

O programa inclui consultorias conduzidas pelos técnicos e supervisores técnicos. Entre os assuntos trabalhados estão o suporte em gestão, genética, manejo adequado, melhoria da alimentação e das instalações dos estabelecimentos rurais. Desde que foi criado em 2016, atendeu mais de 2.700 produtores em 184 municípios catarinenses.

De acordo com o presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, atualmente a ATeG contabiliza 54 grupos com 1.570 produtores no Estado. “Cada dia percebemos que os produtores de gado de corte inovam cada vez mais, não somente na gestão como na implementação de novas práticas de manejo, tecnologias e outros aspectos importantes para que tenhamos uma carne de qualidade”, ressalta ao frisar que neste ano os investimentos seguem intensos para profissionalizar e fortalecer ainda mais a cadeia produtiva do setor.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.