Saquinhos de chá avaliam qualidade do solo
CI
Imagem: Ana Maio
PESQUISA

Saquinhos de chá avaliam qualidade do solo

Pesquisadores usam os saches para comparar o perfil do solo em diferentes sistemas produtivos
Por: -Eliza Maliszewski


Pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste em parceria com o Departamento de Ciências Ambientais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), estão usando saquinhos de chá para avaliar a decomposição pelo solo de matéria orgânica contida em cada um deles e, assim, avaliar a qualidade do solo. 

A técnica é holandesa e chamada de Tea Bag Index (TBI). A equipe enterra o saquinhos em matas ciliares para observar a recuperação das áreas. Antes o método era restrito somente a áreas de restauro e o pesquisador da Embrapa Alberto Bernardi passou a aplicá-lo em sistemas produtivos. Foram enterrados 400 saquinhos, em uma profundidade de oito centímetros em áreas com integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). O chá foi colocado nas linhas e entrelinhas dos eucaliptos.

Depois de três meses os saches foram desenterrados e avaliados. “Partimos do pressuposto que o sistema ILPF altera o solo. A expectativa é que aumentem a decomposição e as atividades orgânicas e que o solo passe a reter mais carbono,” estima o pesquisador.

A técnica permite acompanhar a taxa de decomposição da matéria orgânica contida em cada saquinho e comparar esse valor entre os diferentes sistemas produtivos. Em geral, quanto mais o solo decompõe matéria orgânica, mais qualidade ele tem. 

O chá utilizado nos experimentos é padronizado e não está disponível no Brasil. Pelas 20 caixas adquiridas, o projeto pagou cerca de 90 euros (cerca de R$ 540).

VEJA: a importância do solo na agricultura

* Com informações da Embrapa


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink