SC importou 20 toneladas a menos de feijão em 2021
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

SC importou 20 toneladas a menos de feijão em 2021

“O preço médio pago aos produtores catarinenses de feijão-carioca no mês de novembro recuou cerca de 2,60%"
Por: -Leonardo Gottems

Em relação ao balanço de oferta e demanda do feijão em Santa Catarina, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de janeiro a outubro de 2021 foram importadas 72 mil toneladas, isto é, 20 mil toneladas a menos que os números registrados no mesmo período de 2020. As informações estão contidas no relatório divulgado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). 

“Quanto às exportações, foram comercializados 179,4 mil toneladas, 38,5 mil toneladas acima das 140,9 mil toneladas registradas no mesmo período de 2020. Neste cenário, partindo-se do estoque inicial de 155,2 mil toneladas, o consumo em 2,9 milhões de toneladas, as importações em 100 mil toneladas e as exportações em 200 mil toneladas, o resultado será um estoque de passagem da ordem de 291,8 mil toneladas”, diz o texto. 

Em Santa Catarina, até a última semana de novembro, 78% da área destinada ao plantio da safra 2021/22 de feijão 1ª safra já havia sido plantada. Para as lavouras que estão à campo, cerca de 72,6% encontram-se na fase de desenvolvimento vegetativo e 27,4% alcançaram a fase de floração. “As condições de lavouras pioraram no último mês em função da falta de chuvas em algumas regiões do estado e atualmente estão classificadas como: 69,7% boa; 12,6% média e 1,5% ruim”, indica. 

“O preço médio pago aos produtores catarinenses de feijão-carioca no mês de novembro recuou cerca de 2,60% em relação ao mês anterior, fechando a média mensal em R$229,09/sc 60kg. Já para o feijão-preto, os preços tiveram pequena variação negativa de 0,09% no último mês, fechando a média de outubro em R$231,69/sc 60kg. No mercado paranaense, a redução nas cotações foi ainda maior, registrando desvalorização de 3,70%, com o preço médio mensal para o feijão-carioca fechando em R$252,27/sc 60kg. No mercado rio-grandense verificou-se elevação de 1,39% na cotação do feijão-preto, que fechou o mês de novembro em R$228,75/sc 60kg”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.