SC já tem cinco frigoríficos habilitados para exportar carne suína para Rússia

Agronegócio

SC já tem cinco frigoríficos habilitados para exportar carne suína para Rússia

O Serviço Federal de Supervisão Veterinária e Fitossanitária da Rússia comunicou oficialmente a habilitação de mais dois frigoríficos
Por:
363 acessos

Mais dois frigoríficos de Santa Catarina estão habilitados a exportar carne suína in natura para a Rússia. O comunicado foi feito à Secretaria de Defesa Agropecuária, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SDA/Mapa), esta semana, pelo Serviço Federal de Supervisão Veterinária e Fitossanitária daquele país.

No comunicado oficial, o chefe do serviço russo, Sergey Dankvert, afirma que “a decisão está baseada nas garantias do serviço veterinário brasileiro em relação ao cumprimento das exigências veterinário-sanitárias russas e nas condições vigentes para a exportação de produtos à Federação da Rússia a partir dos frigoríficos brasileiros”.

Na semana passada, outra planta catarinense foi habilitada pelos russos. A inclusão desses estabelecimentos dá sequência às gestões realizadas pelo governo brasileiro para a reabertura das exportações de carne suína do estado de Santa Catarina para aquele mercado.

Este ano, o Ministério da Agricultura apresentou ao russos uma lista de nove frigoríficos auditados. Do total, cinco já têm o aval russo para exportação. “Espera-se, para as próximas semanas, que o processo desta modalidade de habilitação continue e que, cada vez mais, se intensifique. Estamos confiantes que, no futuro, se torne uma rotina entre os dois países”, expressou o secretário de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz.

A Rússia é o principal destino das exportações de carne suína do Brasil. Nos seis primeiros meses deste ano, a venda do produto para o país europeu foi de 135,5 mil toneladas, com negócios que chegaram a US$ 283,8 milhões.

Carne de frango - O Serviço Federal russo informou, ainda, a decisão de incluir um estabelecimento do Paraná na lista das empresas autorizadas a exportar carne de aves para aquele mercado. De janeiro a junho de 2009, os embarques de carne de frango para a Rússia somaram 35 mil toneladas, totalizando US$ 44,3 milhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink