Sead investe na preparação dos Cursos de Gestão de Cooperativas

Agronegócio

Sead investe na preparação dos Cursos de Gestão de Cooperativas

Os idealizadores esperam que cerca de 40 pessoas compareçam ao evento em Belo Horizonte
Por:
770 acessos

Com um investimento de mais de R$ 2,6 milhões, a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) está promovendo oficinas regionais sobre o Projeto Político Pedagógico e organização dos Cursos de Gestão de Cooperativas da Agricultura Familiar em todo o território brasileiro. O próximo encontro vai acontecer nos dias 5 e 6 de dezembro, em Belo Horizonte (MG). 

Luís Fernando Tividini Oliveira, consultor em cooperativismo da Sead, destaca que as oficinas são atividades preparatórias para a realização de 50 cursos direcionados aos dirigentes de cooperativas e associações da agricultura familiar. “A secretaria acredita que os eventos regionais serão importantes para a mobilização dos atores da região e das próprias cooperativas, que irão definir os temas prioritários, as datas e locais de realização dos cursos”, comenta Tividini.

Os idealizadores esperam que cerca de 40 pessoas compareçam ao evento em Belo Horizonte, dentre eles, representantes de movimentos sociais e do cooperativismo solidário, entidades governamentais estaduais e federais, pesquisadores, professores, agentes de Assistência Técnica e Extensão Rurais (Ater) e convidados dos estados de outros estados, como Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. O evento é uma realização da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), em parceria com a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). 

O coordenador geral de Cooperativismo da Sead, Rodrigo Pucinni Venturin, destaca a importância de haver este planejamento coletivo: “As oficinas regionais são importantes para aproximar os conteúdos e metodologias às demandas específicas das cooperativas, além de deflagrar o processo de organização e mobilização dos cursos em conjunto com protagonistas locais do cooperativismo”, enfatiza. De acordo com Venturin, os encontros que antecedem os cursos são importantes não só para organizá-los, mas também para divulgá-los a um maior número de pessoas ligadas ao setor.

Além da região Sudeste, que recebe as oficinas na semana que vem, estão previstas tais ações nas regiões Sul e Centro-Oeste até o início de 2017, em datas a serem definidas. 

Sobre os cursos
Após as oficinas regionais, serão iniciadas a realização de 50 cursos distribuídas entre todas as Unidades Federativas, para 2.250 dirigentes, envolvendo cerca de 750 cooperativas em todo o país. A previsão é que os cursos, que têm carga horária de 24 horas, se iniciem em março. Datas e quantidades de dias em que as aulas serão distribuídas vão ser definidas em cada região. 

As turmas terão 45 alunos e os cursos têm três eixos norteadores: gestão de empreendimentos, mercados institucionais e a doutrina cooperativista. Os instrutores são professores do núcleo de cooperativismo da Universidade Federal da Fronteira Sul

É a primeira vez que a Sead (antigo Ministério do Desenvolvimento Agrário) oferece uma atividade desta natureza para um púbico tão amplo. 
Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (61) 2020-0949/0513

/Tereza Rodrigues

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink