Seagro apresenta potencial da seringueira aos agricultores de Cristalândia
CI
Agronegócio

Seagro apresenta potencial da seringueira aos agricultores de Cristalândia

Seringueira tem alta rentabilidade a partir do sexto ano, quando começa a produzir látex
Por:
Seringueira tem alta rentabilidade a partir do sexto ano, quando começa a produzir látex
O Governo do Estado, por meio da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário - apresentará nesta terça-feira, dia 25, aos agricultores familiares de Cristalândia as potencialidades econômicas da produção do seringal no Brasil e no Tocantins. O evento acontecerá a partir de 9h, no Assentamento Cristalândia, na região Sudoeste do Estado.

Na ocasião, a Diretoria de Agroenergia e a Superintendência de Assentamentos e Agricultura Familiar mostrarão as principais vantagens que a cultura oferece, principalmente para os pequenos produtores. Os produtores poderão conhecer o passo a passo do plantio do seringal, como o manejo adequado, vantagens econômicas, clima, práticas de irrigação, áreas de plantio, manejo de pragas e fungos, comercialização e sangria.

Já a Superintendência de Assentamentos apresentará a importância da produção do seringal aos agricultores familiares como mais uma alternativa para geração de renda. Além disso, serão mencionadas as linhas de financiamentos existentes para o plantio da seringueira, como o Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar Florestas e o EcoSeringueira.

Segundo o engenheiro agrônomo da Seagro, Carlos Gomes, essas atividades fazem parte dos incentivos do Governo do Estado, em promover a cultura do seringal no Tocantins. “A intenção, neste primeiro momento é mostrar para os produtores as oportunidades de negócio que a seringueira possui para o desenvolvimento econômico. É uma atividade que pode gerar R$ 7 mil hectare/ano”, explicou.

As atividades fazem parte do Programa Polo de Seringueira, implantado pelo governo do Estado, por meio da Seagro.

Dados

O Brasil produz somente 30% do consumo nacional, exportando da Ásia cerca 70% da borracha utilizada. Atualmente, o Tocantins possui uma área de 1.840 hectares de seringueiras plantadas e emprega cerca de seis mil pessoas diretamente. Ampliando essa área para aproximadamente 12 mil hectares até 2017, serão gerados mais de 62 mil empregos diretos.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink