Seagro monitora projetos agrícolas de produtores familiares do TO
CI
Agronegócio

Seagro monitora projetos agrícolas de produtores familiares do TO

As visitas dos técnicos em campo irão orientar os produtores sobre a normativa nº 4.029
Por:
A Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário inicia, na próxima segunda-feira, dia 27, o monitoramento em projetos agrícolas dos produtores familiares que fazem parte do Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar. O monitoramento, que encerrará no dia 9 de março, atenderá 217 agricultores nas regiões, Sul, Sudoeste, Central e Norte do Estado. O serviço de monitoramento é realizado pela Subsecretaria de Assentamentos e Pequenas Propriedades da Seagro.

As visitas dos técnicos em campo irão orientar os produtores sobre a normativa nº 4.029, que possibilita a renegociação de dívidas, regularização societária e individualização das dívidas.

Segundo a Coordenadoria de Crédito Fundiário, a realização deste serviço de acompanhamento junto aos produtores permite algumas vantagens para os agricultores familiares. “Os produtores poderão regularizar sua situação junto à DAP – Declaração de Aptidão ao Pronaf, saindo da inadimplência. Assim, eles poderão adquirir outras linhas de créditos”, explicou o coordenador de Crédito Fundiário, José das Crianças Lopes da Costa.

Municípios que serão atendidos:

Região Sul e Sudeste: Araguacema, Chapada de Areia, Pium, Peixe e Dianopólis. Região Norte e Central: Araguatins, Goianorte, Sentenário e Miracema do Tocantins.

Pronaf

Os agricultores familiares tocantinenses terão R$ 130 milhões à disposição para investir na sua produção, safra 2011/2012. O lançamento do Plano Safra 2011/2012 da Agricultura Familiar foi realizado em 2011, pelo Governo Federal. Segundo o MDA - Ministério do Desenvolvimento Agrário, em todo país serão disponibilizados para a agricultura familiar R$ 16 bilhões para as linhas de custeio, investimento e comercialização do Pronaf - Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, sendo que desse total R$ 7,7 bilhões serão destinados para operações de investimento e R$ 8,3 bilhões para operações de custeio.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.