Sebo bovino: oferta restrita, mas baixa demanda

Agronegócio

Sebo bovino: oferta restrita, mas baixa demanda

A oferta restrita de sebo e a baixa demanda pelo produto tem feito com que os preços andem de lado no Brasil Central.
Por:
671 acessos

A oferta restrita de sebo e a baixa demanda pelo produto tem feito com que os preços andem de lado no Brasil Central.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, no Brasil Central o sebo está cotado em R$2,15 por quilo.

Já no Rio Grande do Sul a menor demanda resultou em queda de preço. O sebo está cotado em R$2,20/kg, uma desvalorização de 2,3% frente à última semana.

A queda de preços no Rio Grande do Sul é uma tentativa em aumentar o escoamento do produto no mercado.

Para o curto prazo a perspectiva é de que a oferta limitada, no Brasil Central, dê sustentação para os preços.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink