Sebrae/SC promove missão técnica à Nova Zelândia

Agronegócio

Sebrae/SC promove missão técnica à Nova Zelândia

Participarão 31 profissionais entre técnicos, empresários e produtores rurais
Por:
1059 acessos
O Programa de Internacionalização do Sebrae/SC promove, de 5 a 14 de novembro, missão técnica internacional à Nova Zelândia. Participarão 31 profissionais entre técnicos, empresários e produtores rurais. O objetivo, explica a coordenadora estadual do programa, Marina Barbieri, é conhecer propriedades e cooperativas de industrialização (leite e carne – gado e ovelha), a organização rural, vinícolas modelos, organismos institucionais de fomento à agricultura, além de visitar a A&P Show (feira do agronegócio) em Canterbury.

A programação envolve visita a Ilha Waiheke para conhecer o mercado agrícola, que onde o vendedor é o próprio produtor. A Ilha de Waiheke está localizada no Golfo Hauraki e se caracteriza como uma mistura pitoresca de terras agrícolas, florestas, praias, vinhedo e oliveiras.

Os participantes conhecerão também a região ao sul de Auckland que se destaca pela produção de legumes e vegetais. Lá terão a oportunidade de aprender mais sobre horticultura na Nova Zelândia e conversar diretamente com os produtores. Também visitarão uma fazenda em Tatua, onde apreciarão as operações rotineiras de uma fazenda de leite da Nova Zelândia, e visitarão a Fábrica de Laticínios para observar como o leite é processado e preparado para o consumo.

A Cooperativa de Laticínio de Tatua iniciou suas atividades em 1914 e os 112 fazendeiros acionistas que fornecem leite para o laticínio estão localizados dentro de 12 km2 de propriedades.

Também está inclusa na programação, visita em duas das mais avançadas organizações de pesquisas para a agricultura da Nova Zelândia, a DairyNZ e a AgResearch. A DairyNZ é uma organização de produtores de leite, que está presente em toda a Nova Zelândia.

A AgResearch é uma empresa de pesquisa do governo da Nova Zelândia com 760 pesquisadores diretos e centros de pesquisas distribuídos em cinco cidades satélites. As pesquisas são realizadas nas estações experimentais em 15 fazendas. Na área de biotecnologia aplicada, alimentos e têxteis, agricultura e meio ambiente.

Por último será visitado o Campus da Lincoln University. Como universidade pública é a terceira universidade mais antiga da Nova Zelândia e foi fundada em 1878 como uma Escola de Agricultura.
 
As informações são da assessoria de imprensa do Sebrae/SC.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink