Sebrae/TO lança programa apícola e programa cachaça de alambique
CI
Agronegócio

Sebrae/TO lança programa apícola e programa cachaça de alambique

Ferramentas prometem auxiliar produtores na gestão econômica e financeira tornando-os mais competitivos
Por: -Janice

O lançamento do Programa de Gestão da Atividade Apícola (Gestapi) e do Programa Gestão da Produção de Cachaça de Alambique (Gestcachaça) será realizado nesta quinta-feira (23), às 8h30, no salão de eventos do Sebrae em Palmas.

Na oportunidade, o Seabre/TO fará a apresentação das ferramentas para gestão de apiários, como simulador gerencial de custos, livreto sobre como gerenciar apiários, calendário gerencial apícola, site gestapi e o curso de gestão de apiários, que têm como objetivo, subsidiar apicultores, técnicos, estudantes, pesquisadores e demais pessoas ligadas à atividade de produção de mel de abelha. Entre as ferramentas de gestão de alambiques estão o simulador de custos, o livreto sobre como gerenciar um alambique de cachaça e o site gestcachaça.

Segundo o gestor dos projetos, José Carlos Bessa, as ferramentas desenvolvidas são importantes instrumentos de trabalho para os produtores das áreas de apicultura e cachaça de alambique. “As ferramentas contribuirão para uma melhor gestão econômico-financeira do negócio, além do fortalecimento e da competitividade destas cadeias”, disse Bessa.

O gerente do Núcleo Regional Sul do Sebrae, Jânio Valadares, avalia que além de beneficiarem empresários e candidatos a empresários destes segmentos, a grande contribuição se dará na constituição de novos formadores de opinião do meio científico e acadêmico. “O Sebrae poderá ser fonte de pesquisa, pois os trabalhos apresentados são frutos de anos de estudos junto aos clientes dos projetos coletivos e finalísticos da Gestão Estratégia Orientada para Resultados (Geor), com resultados positivos e relevantes”, ressalta Valadares.

Uma das beneficiadas do projeto da apicultura, Dona Maria de Lurdes Simões, sabe da importância dessas ferramentas na produção do mel. A apicultora afirma ter obtido um aumento na produtividade e redução dos desperdícios por meio dos conhecimentos adquiridos nas ferramentas desenvolvidas pelo Sebrae. “Comecei com 13 kg/caixa em 2004 quando iniciei a produção, e agora consegui 30 kg/caixa nesse ano. Minha produção saiu 154 kg em 2004 para 1100 kg em 2008. Agora sei planejar e fazer as coisas certas na hora em que devem ser feitas”, pontuou dona Lurdes, animada com os resultados.

Já na produção de cachaça de alambique, os produtores passaram a produzir mais e com um custo menor. O gestor José Carlos Bessa explica que os produtores, cooperados a Coopercato, tinham deficiência na produtividade, mas com as mudanças realizadas foi possível produzir nesta última safra cerca de 500 mil litros de cachaça. “Esta produção ainda é pequena, mas, com o trabalho que vem sendo desenvolvido irá aumentar à passos largos” afirma Bessa.

O superintendente do Sebrae, Paulo Massuia, afirmou que esta é a oportunidade de mostrar a sociedade o que realmente o Sebrae faz para fortalecer às micro e pequenas empresas destes setores e assim gerar mais renda e sustentabilidade, não somente econômica, mas ambiental e social. O evento de lançamento dos programas será a oportunidade de outras instituições parceiras conhecerem as ferramentas a fim de utilizarem junto a seus clientes. As informações são da assessoria de imprensa do Sebrae/TO.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.