Seca afeta presença gaúcha na Expolondrina

Agronegócio

Seca afeta presença gaúcha na Expolondrina

A 45ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina (Expolondrina) começa hoje no município paranaense
Por:
1 acessos

A 45ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina (Expolondrina), que começa hoje no município paranaense, terá uma menor adesão de criadores gaúchos este ano. A distância e os efeitos da seca são, na avaliação do presidente do Núcleo Norte do Paraná da Associação Brasileira de Criadores de Charolês (ABCC), Maurício de Paula, os fatores responsáveis pela redução de criadores do Rio Grande do Sul.

A raça participa com 140 exemplares de argola no chamado segundo turno da exposição, entre 12 e 18 deste mês. "Londrina é a capital do cruzamento industrial e ponto de encontro entre as raças européias e indianas/zebuínas", cita o presidente da ABCC, Jamil Deud Jr. Entre as européias, a raça Angus é a que mais inscreveu: 241, sendo 205 de argola; a maioria dos 17 expositores do RS. A informação é da supervisora de operações da Associação Brasileira de Angus (ABA), Helena de Assis Brasil. A raça participa do primeiro turno da Expolondrina, até o dia 11.

No Limousin, dentre os 112 animais de argola inscritos, os únicos do RS são os que mantêm parceria com cabanhas do PR, como a Maragogipe, disse Maria Pia, presidente da Associação Gaúcha de Limousin. Com mil exemplares, a raça zebuína Nelore é a maior representação entre os animais de argola inscritos para a feira. Nenhum deles, entretanto, pertence aos gaúchos. "O pessoal está preparando os animais para a Expozebu, este mês em Uberaba (MG)", citou o presidente da Associação Gaúcha de Criadores de Zebu (AGCZ), Valdir Ferreira. Apesar do anúncio de inscrição de seis raças ovinas, os dirigentes da maior parte das associações de criadores não confirma envio de animais. "Os criadores estão se preparando para a Fenovinos, em Alegrete", revelou o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ile de France, Vilson Ferretto. O presidente da Gadolando, José Ernesto Ferreira, destacou que dificilmente os criadores gaúchos de Holandês se farão representar na Expolondrina.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink