Seca derruba produção de uva no Sul
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PERDAS

Seca derruba produção de uva no Sul

A estiagem causou efeitos diretos nesta safra, como também poderá influenciar a próxima
Por: -Eliza Maliszewski

A estimativa da produção foi de 1,5 milhão de toneladas, decréscimos de 9,5% em relação ao mês anterior e de 13,2% em relação a 2021. No Rio Grande do Sul, maior produtor de uvas do país com 49,3% do total, a estimativa da produção foi reduzida em 17,5% em relação a fevereiro, para 728,3 mil toneladas, caindo 23,4% em relação a 2021.

A estiagem causou efeitos diretos nesta safra, como também poderá influenciar a próxima, afetando o desenvolvimento fisiológico, pois dificulta a manutenção das folhas e acelera a dormência das plantas, levando ao menor acúmulo de foto-assimilados.

A produção paulista deve alcançar 146,9 mil toneladas, declínio de 0,3% em relação ao ano anterior, enquanto as produções do Paraná, de 56,2 mil toneladas e de Santa Catarina, de 55,2 mil toneladas, devem apresentar um declínio de 1,4% e 7,5%, respectivamente, nesse mesmo comparativo.

No Nordeste, Pernambuco e Bahia, outros produtores importantes, com participação de 27,0% e 4,1%, respectivamente, devem produzir 399,1 mil toneladas e 60,8 mil toneladas, respectivamente. Enquanto no Sul a maior parte das uvas tem como destino a produção de sucos, no Nordeste, a maior parte vai para o consumo de mesa. Os números são do IBGE.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.