Seca faz China reduzir exportação de trigo


Agronegócio

Seca faz China reduzir exportação de trigo

Por:
1 acessos

Os exportadores de trigo da província de Henan - cerca de 300 quilômetros ao sul de Pequim -, assolada pela seca, cumpriu apenas um quinto dos contratos asiáticos desde novembro porque a demanda supera a oferta de grãos. Os exportadores locais entregaram 100 mil toneladas, ou apenas 20% da tonelagem total estipulada em contratos firmados desde novembro, disse Li Ke, diretor de pesquisa do Centro Nacional de Informação sobre Grãos e Óleos da China, departamento de grãos filiado ao Estado.

"Houve aumento de contratos assinados pelos exportadores, mas os estoques estão muito baixos", afirmou Li. Ele não tem dados sobre as vendas da safra passada. A China vende trigo principalmente para produtores de farelo para ração animal da Coréia do Sul e de países do sudeste da Ásia.

Há pelo menos dois navios esperando para ser carregados no porto de Zhangjiakou, na província de Jiangsu, na China, há mais de uma semana, e um voltou para o porto depois de ser informado sobre a escassez de trigo, afirmaram traders em Pequim. Os dois navios no porto estão esperando cada um 10 mil toneladas.

A China, que vendeu mais trigo do que comprou pela primeira vez, em 2002, poderá novamente tornar-se um importador líquido do grão devido à esperada queda na produção doméstica neste ano, declarou o centro de informação.

A redução da concorrência da China nos mercados mundiais poderá ajudar a deter o declínio de 29% nos preços futuros de trigo dos seis últimos meses, segundo traders. "Se a China voltar ao mercado como importante importador, então isso surtiria, por certo, algum efeito" sobre os futuros, afirmou Alick Osborne, trader de grãos da Louis Dreyfus & Cie, em Melbourne, na Austrália.

Ajuda alimentar

A AWB Ltd., o monopólio exportador de trigo da Austrália, informou que entregou 51 toneladas do produto ao Iraque como parte do programa de ajuda alimentar do governo o país do Oriente Médio devastado pela guerra.

A remessa está sendo descarregada no Kuwait para ser despachada por caminhão para o Iraque, informou a AWB. O órgão governamental australiano AusAid comprou um total de 100 mil toneladas de trigo da AWB no mês passado para remeter ao Iraque, o terceiro maior comprador de trigo australiano no período de um ano encerrado em junho de 2002.

"A AWB vai entregar e descarregar o trigo e, após sua moagem no porto, o Programa Mundial de Alimentação da ONU vai distribuir a farinha ensacada para as pessoas imediatamente mais necessitadas", declarou a AWB num comunicado à Bloomberg News.

A Austrália recorre a medidas diplomáticas para ajudar a defender sua participação no mercado de trigo iraquiano, que movimenta mais de 600 milhões de dólares australianos (US$ 361,38 milhões). O governo dos EUA prometeu até 600 mil toneladas de trigo a título de ajuda humanitária, corroendo potencialmente as vendas da Austrália, maior fornecedor para o Iraque desde a Guerra do Golfo, de 1991.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink