CI

Seca no Canal do Panamá desacelera embarques

As restrições poderão continuar a impedir os embarques de grãos até 2024


Foto: Pixabay

Os limites de trânsito do Canal do Panamá, atingidos pela seca, e as taxas recordes estão levando os transportadores de grãos a granel de safras norte-americanas da Costa do Golfo para a Ásia para rotas mais longas, com custos de frete mais elevados, para evitar o atraso em um dos principais destinos do mundo. rotas comerciais marítimas, informou a Reuters , citando comerciantes e analistas do setor.

Os custos mais elevados ocorrem durante o pico de remessas para os fornecedores de milho e soja dos EUA. Os navios que transportam colheitas enfrentam tempos de espera de até três semanas para passar pelo canal, uma vez que os navios porta-contentores e outros que navegam em horários mais regulares estão a ocupar as poucas vagas de trânsito disponíveis.

Devido aos níveis baixos sem precedentes no Lago Gatún, a Autoridade do Canal do Panamá (PCA) está a limitar o número de trânsitos diários de navios , uma vez que uma seca severa cortou o abastecimento de água necessário para operar o seu sistema de eclusas. O PCA limita os trânsitos diários de 22 a dezembro, 20 de janeiro e 18 de fevereiro. Cerca de 35 trânsitos por dia são permitidos em condições normais. 

As restrições poderão continuar a impedir os embarques de grãos até 2024, quando a estação chuvosa da região poderá começar a recarregar os reservatórios e normalizar o transporte em abril ou maio, disseram analistas.

As opções para os transportadores de grãos incluem navegar para o sul pela América do Sul ou África, ou usar o Canal de Suez. No entanto, essas rotas mais longas podem adicionar até duas semanas aos cronogramas de transporte, elevando os custos de combustível, tripulação e aluguel de frete.
 

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.