Seca provoca situação de emergência em lavouras do PE
CI
Agronegócio

Seca provoca situação de emergência em lavouras do PE

Quinze municípios tiveram perdas nas lavouras de milho e feijão, provocadas pela falta de chuvas
Por:

Quinze municípios de Pernambuco decretaram situação de emergência por causa de perdas nas lavouras de milho e feijão, provocadas pela falta de chuvas. Entre os municípios estão Serra Talhada, Mirandiba, Santa Filomena e Lagoa Grande.

A informação foi dada nesta quarta-feira (30-05) pelo major Ivan Ramos, gerente operacional da Comissão de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). Ele disse que as chuvas deste ano ocorreram de forma irregular, no mês de fevereiro, período não indicado para as plantações florescerem.

“Engenheiros e técnicos da Codecipe constataram, durante visita aos municípios atingidos pelas estiagem, que a situação é crítica em pelo menos oito cidades do estado”, explicou.

Para garantir o pagamento de uma renda mínima de R$ 110 mensais, por um período de cinco meses, aos agricultores familiares prejudicados, os prefeitos precisam enviar até esta quinta-feira (31-05) à Codecipe, ou à Secretaria estadual de Produção Rural, decreto de emergência por estiagem agrícola. O documento, depois de homologado pelo governo estadual, será encaminhado para reconhecimento pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário.

A gerente de Convivência com o Semi-árido, da Secretaria estadual de Produção Rural, Edvânia Vidal, informou que 53,3 mil agricultores de 39 municípios pernambucanos estão inscritos no programa Garantia Safra, do governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Ela disse que em algumas cidades as perdas atingiram 100% da safra.

“Vários municípios, como é o caso de Salgueiro, perderam toda a produção agrícola. A maneira dos agricultores serem beneficiados é através desses recursos do Garantia Safra”, disse ela.

Para ter direito à cobertura dos prejuízos das lavouras, os agricultores contribuíram mensalmente, durante um ano, com R$ 5,50, enquanto o município destinou R$ 16,50 e o estado R$ 33,00.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink