Secretaria apresenta números da safra agrícola de SP

Agronegócio

Secretaria apresenta números da safra agrícola de SP

Quanto à cultura da soja, o quarto levantamento detectou aumento de área (5,3%), em 479 mil hectares
Por:
336 acessos

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento apresenta os números das principais culturas cultivadas no Estado de São Paulo para a safra agrícola 2008/2009, com levantamento realizado em abril pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) e pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati).

MILHO - Os reflexos da escassez de recursos e os menores preços pagos pelo milho, agravados pela alta excessiva dos fertilizantes, segundo os pesquisadores do IEA, podem justificar a menor área plantada com a cultura (6,7%), ficando em 643 mil hectares. Queda na produção de 10%, fechando em 3,40 milhões de toneladas. A expectativa é que produtores migrem para a soja, que oferece menores custos com sementes e adubação das lavouras, além de propiciar boa liquidez no momento da venda. O cenário fica ainda mais incerto para a safra de inverno do milho (conhecida como safrinha), pois esse levantamento registra quedas de 4% na área para 235 mil hectares e de 17% na produção, chegando a 853 mil toneladas.

FEIJÃO - Para o feijão da seca vem sendo confirmadas quedas na área (12,3%), visto que os preços no primeiro semestre de 2009 estiveram muito menores que os observados em igual período do ano passado, na produção esperada (15,1%) e na produtividade da terra (3,2%), em relação ao ano agrícola anterior. Os números devem ficar em, respectivamente, 50 mil hectares cultivados, 86 mil toneladas e 1.700 kg/ha. Situação semelhante foi verificada no primeiro levantamento de feijão de inverno, com redução de área esperada em 8% (registrando 43 mil hectares) e de 6,8% na produção (82 mil toneladas).

SOJA - Quanto à cultura da soja, o quarto levantamento detectou aumento de área (5,3%), em 479 mil hectares, e por conta das condições climáticas espera-se queda de 5,6%, ficando 1,19 milhão de toneladas.

AMENDOIM - Para a cultura do amendoim da seca, não foram ratificados os resultados positivos registrados no levantamento anterior, quando comparados com a safra agrícola 2007/08. Este levantamento acusa significativas quedas na área de 35,7% - quase 8 mil hectares e na produção de 41,7% em 15 mil toneladas. De acordo com os pesquisadores, os números confirmam a não-liberação de áreas para renovação de canaviais onde o amendoim normalmente se instala, em rotação com a cana-de-açúcar, além da não -renegociação de contratos de arrendamento e, em algumas regionais, a substituição pela cultura da soja. O último levantamento da safra agrícola 2008/09 para o amendoim das águas apresenta ganhos na área plantada (5,1%) e no rendimento (2,5%), contribuindo para o acréscimo de 7,7% na produção em relação à safra passada.

TRIGO - Para a cultura do trigo, este levantamento confirma a redução de área (15,9%) para 60 mil hectares, já registrada em fevereiro por conta dos baixos preços e, embora se espere rendimento acima do obtido na safra passada (6,3%), prevê-se produção de 174,86 mil toneladas, 10,6% a menos. Os resultados para a cultura do triticale indicam decréscimos expressivos de área (19%), de produção (29,1%) e de produtividade agrícola (12,5%), comparativamente à safra passada. (Informações completas no site do IEA - www.iea.sp.gov.br).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink