Secretaria de Agricultura disponibiliza podcast com orientações para evitar queimadas
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,122 (0,29%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Marcel Oliveira

MEIO AMBIENTE

Secretaria de Agricultura disponibiliza podcast com orientações para evitar queimadas

Secretaria de Agricultura de São Paulo disponibilizou aos produtores rurais um podcast com orientações sobre as queimadas
Por:
299 acessos

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo disponibilizou aos produtores rurais um podcast com orientações de prevenção e combate a queimadas nas propriedades. Clique aqui para ouvir acesso ao áudio. O fogo pode causar inúmeros danos, como a morte de animais silvestres e o empobrecimento do solo para o cultivo. Confira algumas das orientações, de acordo com extensionistas da Secretaria:

1 – Ficar a par da legislação porque, sendo ou não culpa do proprietário, ele poderá responder pelos danos.

2 – Fazer aceiro (faixas ao longo das cercas livres de vegetação da superfície do solo) com grade e/ou enxada para que o fogo não passe para outros locais. A técnica tem  baixo custo e é muito eficaz.

3 – Manter um tanque de água sempre cheio e meios de transporte para levar a água até o local do incêndio.

4 – Fazer uma limpeza, eliminando materiais de fácil combustão das áreas.

5 – Elaborar um plano de contingência junto aos funcionários e à família, como a discussão prévia das medidas para conter o incêndio. Mobilizar todas as pessoas da fazenda e  também os vizinhos para evitar que o fogo fique incontrolável.

6 – Ter todos os telefones úteis à mão, como do Corpo de Bombeiros, prefeitura e/ou Defesa Civil. Se houver usinas nas proximidades, também ter o contato delas, pois contam com brigadas de incêndio e colaboram com os proprietários a fim de evitar maiores danos caso o fogo se alastre também pelos canaviais.

7 – Se o fogo for em área de pastagem, abrir a cerca para os animais saírem para lugares a salvo do fogo.

8 – Incentivar que funcionários e toda a família faça cursos de prevenção e controle de incêndio. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) promove cursos on-line gratuitos sobre o tema. Verificar em http://ead.senar.org.br/cursos/campo-sustentavel/prevencao-e-controle-do-fogo-na-agricultura/

9 – O produtor rural deve fazer um monitoramento ou vigilância constante da sua propriedade, pois apesar das orientações para prevenção, os incêndios fatalmente podem ocorrer e é necessário que o proprietário rural possa garantir a sua segurança física e de todos, funcionários e vizinhos, mas também a segurança jurídica, de forma que possa comprovar os seus cuidados com a propriedade e com o meio ambiente. Para isso é interessante manter um arquivo fotográfico das suas Áreas de Proteção Ambiental (APP) e Reserva Legal, dos aceiros e também dos equipamentos de combate ao fogo, se existirem, como abafadores; trator-pipa; bomba d’água, entre outros.

10 - Havendo incêndio, fotografar os prejuízos econômicos e ambientais em decorrência do fogo: cercas, animais domésticos e silvestres, pastagem, plantações, etc. É importante, ainda, registrar um boletim de ocorrência que contenha declarações das pessoas envolvidas na contenção do fogo e um relatório dos bombeiros, caso tenha havido a participação, assim como um documento de entidades públicas e parceiros (usinas) que contribuíram para a contenção do fogo ou tomaram conhecimento da ocorrência.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink