Secretaria de Agricultura promove 17ª edição da Feira Orgânica nesta sexta (4)

Agronegócio

Secretaria de Agricultura promove 17ª edição da Feira Orgânica nesta sexta (4)

Evento vai reunir pequenos agricultores de Murici, Banquinha e Estrela de Alagoas
Por:
746 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Pequenos produtores da agricultura familiar de Murici, Branquinha e Estrela de Alagoas participam, nesta sexta-feira (4), da 17ª edição da Feira Orgânica em Maceió, evento organizado pelo Governo de Alagoas, por intermédio da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura. Os produtos estarão à disposição dos consumidores das 7h às 12h, no pátio externo da Seagri, Centro.

Com o tema ‘O Campo na Cidade’, a Feira Orgânica também conta com a parceria do APL Fruticultura Vale do Mundaú, Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Centro Universitário Tiradentes (Unit) e Emater.

Além de alimentos orgânicos, os consumidores também terão a oportunidade de adquirir frutas, hortaliças, inhame, macaxeira, banana, laranja, maracujá, batata-doce, entre outros, e ainda levaram para casa bolos, tapiocas, beiju, pé de moleque e outras iguarias.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Machado, além de oferecer aos consumidores produtos livres de agrotóxicos, a Feira Orgânica representa uma oportunidade de negócios e geração de renda para as famílias de pequenos produtores.

O produtor Geraldo Mota também participa da feira com sua esposa, dona Rita, comercializando bolos, munguzá, tapioca, beijú, além de produtos de limpeza à base de maracujá, canela e capim santo.

Professores e alunos do curso de Nutrição do Centro Universitário Tiradentes (Unit), vão orientar os consumidores sobre alimentação saudável e fazer uma avaliação nutricional com o público presente.

Para Liduína Alencar, coordenadora da Feira Orgânica, o propósito é incentivar a população a ficar livre dos agrotóxicos, com produtos de excelente qualidade nutricional e diferenciado.

“Além de incentivar a produção orgânica em Alagoas, proporcionamos complemento de renda às famílias de pequenos produtores dos assentamentos”, afirmou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink