Sucroalcooleiro

Secretário de Agricultura debate retorno das usinas de álcool no Espírito Santo

O secretário explicou ser importante a retomadas das usinas fechadas
Por:
98 acessos

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, participou na tarde desta terça-feira (7), em Brasília, de reunião com o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível do Ministério das Minas e Energia, Márcio Félix, e com o diretor do departamento de Biocombustíveis, Ricardo Gomide, para tratar do retorno do funcionamento das usinas de álcool no Espírito Santo e do fortalecimento das que estão em operação.

Octaciano explicou que o setor sucroalcooleiro é gerador de emprego e renda no Estado. O secretário explicou ser importante a retomadas das usinas fechadas (Cridasa, Disa e Albesa) e da manutenção das que estão em funcionamento (Alcon, Paineiras e Lasa). Segundo ele, está em elaboração uma nova legislação para o setor.

“Eles lideram a elaboração da nova legislação da Política Nacional de Biocombustíveis. Em outras palavras, será a salvação para o setor sucroalcooleiro brasileiro. Apenas no Espírito Santo, mais de 5 mil empregos foram perdidos com o fechamento das usinas Cridasa, Albesa e Disa. Ainda neste ano a nova política irá para ser votada no Congresso Nacional e com reais possibilidades de estar aprovada no primeiro trimestre de 2018”. Destacou Octaciano.

O RenovaBio é uma política de Estado que objetiva traçar uma estratégia conjunta para reconhecer o papel estratégico de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética brasileira, tanto para a segurança energética quanto para mitigação de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa.

O secretário pontou que diferentemente de medidas tradicionais, o RenovaBio não propõe a criação de imposto sobre carbono, subsídios, crédito presumido ou mandatos volumétricos de adição de biocombustíveis a combustíveis.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink