Secretário Ernani Polo apresenta balanço de gestão na Agricultura

Agricultura

Secretário Ernani Polo apresenta balanço de gestão na Agricultura

Secretário, que é deputado estadual, retornará à Assembleia Legislativa
Por:
274 acessos

O secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, recebeu a imprensa em seu gabinete nesta quinta-feira (15) para apresentar um balanço da gestão na pasta durante o período de 2015 a 2017. O secretário, que é deputado estadual, retornará à Assembleia Legislativa. Ele será substituído por Odacir Klein, diretor financeiro do BRDE e que por duas vezes já foi secretário estadual da Agricultura.
 
O titular da pasta apresentou resultados de programas como Conservar para Produzir Melhor, voltado para a conservação do solo e da água e um dos pilares da gestão. “O grande fator limitador para o aumento de produção agrícola hoje em dia é a conservação do solo e a disponibilidade da água. Com este programa, chegamos a 485 municípios, desenvolvendo ações para 21 mil agricultores”, destacou Polo.
 
No âmbito do programa Agro+RS, o secretário listou algumas ações que simplificaram trâmites burocráticos para facilitar a vida dos produtores do Estado, como o marco legal das florestas plantadas, a emissão da permissão de trânsito vegetal eletrônica e a guia de livre trânsito de vinhos, ampliação de prazo do exame de mormo e simplificação do procedimento de armazenagem de água para sistemas de irrigação. A criação do aplicativo Galope, para emissão de Guias de Trânsito Animal para equinos que participem de eventos locais, também trouxe mais facilidade para o produtor, além de ser uma grande ferramenta de inovação, destacou o secretário.
 
Ernani Polo abordou a aprovação do novo modelo de inspeção sanitária, que habilitará médicos veterinários para fazer o serviço de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal, através de empresas credenciadas. A primeira turma de novos credenciados deve passar por treinamento em abril e iniciar as atividades em maio. “Existem hoje 15 empresas de abate novas, apenas aguardando a vinda desses profissionais para poderem começar a operar. Isso além de outras que desejam ampliar sua produção e sofrem com o mesmo entrave”, explicou.
 
Na área de sanidade animal, o Rio Grande do Sul dá os primeiros passos para avançar em seu status sanitário. “Fomos os primeiros a apresentar um Plano Estadual alinhado ao Plano Nacional do Ministério da Agricultura de erradicação da febre aftosa no país. Já solicitamos a auditoria do Ministério da Agricultura no rebanho gaúcho, que está programada para julho deste ano e que irá verificar nossas condições sanitárias para que possamos pleitear o status de zona livre de aftosa sem vacinação”, contou Ernani Polo, que também destacou que o Estado recebeu, em sua gestão, a certificação de zona livre de peste suína clássica.
 
Para estimular o crescimento de novas cadeias produtivas no Estado, foram criados o Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), o Pró-Oliva e o Pró-Pecã.
 
Na área da pesquisa, o Governo do Estado assinou com o Senar-RS, a Emater e a Universidade de Caxias do Sul, convênio para implantar o Projeto Integrado de Pesquisa Agrícola e Capacitação de Agricultores, Técnicos e Extensionistas Rurais na Serra Gaúcha. Além disso, outros projetos de integração entre órgãos estaduais, prefeituras e Embrapa estão em discussão para os municípios de Uruguaiana, São Gabriel, Caxias do Sul e Veranópolis.
 
Encerrando a apresentação, Ernani Polo mostrou como a articulação com a bancada do Rio Grande do Sul no Congresso Nacional levou à aprovação de uma emenda que garantiu R$ 67 milhões em recursos para o Estado. Este valor foi destinado à aquisição de veículos e equipamentos agrícolas para centenas de municípios gaúchos para o fortalecimento das demandas relacionadas à agropecuária. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink