Sementes Agroceres apresenta novidades para milho na Agrobrasília
CI
Agronegócio

Sementes Agroceres apresenta novidades para milho na Agrobrasília

As tecnologias VT PRO™ e VT PRO2™ são os destaques da marca
Por:
Na 6ª edição da Agrobrasília, que ocorre de 14 a 18 de maio, no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, em Brasília (DF), agricultores poderão conhecer as novidades da Sementes Agroceres, com tecnologias desenvolvidas para o aumento de produtividade e rentabilidade na cultura do milho. Os híbridos da marca, indicados para a região Centro-Oeste, trazem como diferenciais as tecnologias YieldGard® VT PRO™, que assegura resistência às três principais lagartas do milho - lagarta-do-cartucho, lagarta-da-espiga e broca-do-colmo, e VT PRO2™, que agrega pontencial aumento de produtividade, controle de pragas e a tolerância ao herbicida glifosato. 

 
Lançados em 2012, os híbridos AG 8676 PRO e AG 7098 PRO 2  chegam esse ano no mercado com a tecnologia VT PRO™ e VT PRO 2™ , respectivamente, o que possibilita mais opções para as necessidades do agricultor. O AG 8676 PRO é precoce e recomendado para altas e baixas altitudes, com grande amplitude de plantio, devido a sua elevada tolerância a doenças. Adaptado para os plantios do verão, o AG 7098 PRO2 também tem ciclo precoce, possui alta sanidade foliar, baixa incidência de grãos ardidos e alta produtividade. “Essa inovação mostra que a biotecnologia e seus benefícios estão cada vez mais presentes em nosso portfólio e que a marca está evoluindo cada vez mais", afirma Marcel Torres, gerente de Marketing da Sementes Agroceres.

 
Sistema de manejo de milho RR2 amplia produtividade em até 4,7%
 
Os agricultores que visitarem o estande da Sementes Agroceres durante a Agrobrasília 2013 também poderão conhecer as vantagens e tirar dúvidas sobre o sistema de manejo assistido para milho RR2, que demonstrou ganho de produtividade em 81% das áreas em que foi testado durante a safra de verão 2011/12. O manejo assistido – Sistema Roundup Ready 2 – foi comparado lado a lado com o sistema de manejo de plantas daninhas convencional em 163 áreas comerciais em todo país. Com acompanhamento personalizado, a comparação mostrou que 81% das áreas assistidas tiveram, na média, incremento de 4,7% de produtividade em relação ao manejo convencional.

 
“Com o sistema de manejo de milho RR2, o agricultor ganha em flexibilidade, já que o herbicida à base de glifosato proporciona um amplo espectro de controle de plantas daninhas, além de possibilitar uma janela maior de aplicação com segurança, pois não apresenta fitotoxicidade e não tem restrição para aplicação de adubação de cobertura e herbicida, resultando em potenciais ganhos de produtividade”, explica Marcel Torres.

 
A Sementes Agroceres possui um amplo portfólio, que, além dos destaques para essa edição da feira no Centro-Oeste do país, inclui híbridos para o mercado de silagem, no qual a empresa é líder de mercado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.