Seminário aborda uso adequado de transgênicos
CI
Agronegócio

Seminário aborda uso adequado de transgênicos

Seminário Biotecnologia para a Sustentabilidade da Agricultura Brasileira é na Federação da Agricultura e Pecuária do MS
Por:
Debater medidas adequadas na utilização de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs) nas lavouras de soja, milho e algodão. Esse será o foco das duas primeiras palestras que serão ministradas durante o Seminário Biotecnologia para a Sustentabilidade da Agricultura Brasileira, realizado na próxima quarta-feira (17), no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do MS (Sistema Famasul).

Com o tema ‘O uso de organismos geneticamente modificados (OGMs), na cultura de soja e milho’, o engenheiro agrônomo e diretor executivo da Fundação MS, Renato Roscoe, inicia o ciclo de palestras. Segundo Roscoe, o debate focará os principais OGMs disponíveis no mercado, vantagens e desvantagens da biotecnologia e, principalmente, qual a situação atual em Mato Grosso do Sul em relação do tema.

O pesquisador vai demonstrar quais são as limitações da tecnologia, usando como exemplo os recentes problemas com alguns milhos Bt (tolerantes a algumas lagartas) e o caso do milho RR na safrinha.  “A discussão será técnica e sem emoções”, destaca. “A discussão será centrada na utilização correta dos OGMS. O objetivo é debater sobre quando os transgênicos são interessantes para o produtor e quando não são”, enfatiza Roscoe.

“O evento certamente será bastante produtivo e trará orientações para os atores da cadeia produtiva da soja e milho: produtores, assistentes técnicos, governos, pesquisadores e empresas detentoras dos materiais. Somente o debate técnico, à luz da ciência, construirá soluções para os desafios da agricultura moderna!”, destaca o palestrante.

Já a segunda palestra será ministrada pelo engenheiro agrônomo e pesquisador de pragas e plantas daninhas da Fundação Chapadão, Germison Vital Tomquelski. O tema também será o uso de OGMs, porém, com foco em algodoeiro. “Abordarei algumas pragas que têm provocado problemas no manejo da cultura ou mesmo no sistema de produção. Entre elas a dinâmica de percevejos com a migração de culturas e seus prejuízos”, explica Tomquelski. “Lagartas têm aparecido na região e causado prejuízo às lavouras”, menciona o pesquisador. A palestra terá participação do pesquisador da área de fitosanidade da mesma instituição, Jefferson Luis Anselmo.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.