Seminário debate agricultura urbana na região Metropolitana

Agronegócio

Seminário debate agricultura urbana na região Metropolitana

A tarde da terça-feira (21/06) foi marcada pela realização do Seminário Regional de Agricultura Urbana.
Por:
1517 acessos

A tarde da terça-feira (21/06) foi marcada pela realização do Seminário Regional de Agricultura Urbana, que aconteceu no auditório da Unilasalle Canoas e foi organizado pela Emater/RS-Ascar, com o apoio da Prefeitura Municipal e Unilasalle. Mas de 120 pessoas, de 12 municípios da região, estiveram presentes.

O evento foi aberto pelo representante da Câmara de Vereadores, Emílio Neto, pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Valmor Ávila, o diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, a representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Agda Ikuta e o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn. "Buscamos a valorização do alimento e do produtor. Mais alimento com qualidade e quantidade na cidade e no interior", avaliou Kuhn.

Moura destacou que a agricultura urbana não tem como objetivo a produção em quantidade, mas o cultivo de algum tipo de alimento e o destino adequado aos resíduos orgânicos, com o aproveitando de pátios e pequenos espaços. "Nós queremos produzir alimento, satisfação e mudar as relações e queremos trazer mais gente para isto", ressaltou. 

Após a abertura oficial, o supervisor da Emater/RS-Ascar, Nelson Baldasso, descreveu como a agricultura urbana é vista no Rio Grande do Sul segundo a Instituição.

Na sequência, o agrônomo da Emater/RS-Ascar em Canoas, Roberto Schenkel, apresentou um panorama da Agricultura Urbana no município e a prática comunitária das hortas urbanas, enquanto a vice-presidente da Horta Comunitária Hocouno, Luci Lopes de Oliveira, contou como, desde 1984, funciona a associação e foi construída a horta coletiva. 

Já a agrônoma do Departamento de Horticultura e Silvicultura da UFRGS, Tatiana da Silva Duarte, explicou que não existe em escala mundial e no Brasil uma definição do que é agricultura urbana. Ela apresentou ainda quais as práticas que estão sendo adotadas em áreas urbanas em alguns países e as políticas públicas, inclusive em estados brasileiros. Segundo pesquisa apresentada por ela, envolvendo 11 municípios de regiões metropolitanas do Brasil, 59% de iniciativas em agricultura urbana existem no Rio Grande do Sul, ou seja, é o estado com maior porcentagem no país e a produção vegetal é a atividade mais realizada em agricultura urbana.

Ao final, o gerente da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Ademir Santin, deixou como encaminhamento a realização, no próximo ano, de um seminário para debater a agricultura urbana em Sapucaia do Sul. O tema também continuará a ser debatido nos municípios que estiveram presentes, através dos escritórios da Emater/RS-Ascar, juntamente com prefeituras e outros parceiros.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink