Seminário discute censo agropecuário de 2017

Censo agropecuário

Seminário discute censo agropecuário de 2017

Frente Parlamentar Mista da Geografia, Estatística e Meio Agroambiental promoveu um seminário para apresentação de um panorama atualizado do Censo Agro 2017
Por:
25 acessos

A Frente Parlamentar Mista da Geografia, Estatística e Meio Agroambiental promoveu um seminário para apresentação de um panorama atualizado do Censo Agro 2017 e perspectivas para o Censo Demográfico 2020. O colegiado é coordenado pelo deputado Carlos Melles (DEM-MG).

No ano passado, em audiência na Câmara o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Paulo Rabello de Castro, afirmou que o Censo Agropecuário 2017 seria completo e chegaria aos mais de 5 milhões de estabelecimentos rurais, com um maior nível de precisão nas respostas e um menor custo.

Menos dinheiro

O censo teve seus recursos reduzidos no ano passado. Um levantamento detalhado custaria aproximadamente R$ 1,6 bilhão em três anos, mas o Orçamento da União destinou por meio de emenda parlamentar apenas R$ 505 milhões para a tarefa.

O projeto reformulado do censo reduziu o tempo médio de entrevista com os produtores rurais e o número de recenseadores. O período de coleta de dados, no entanto, aumentou de três para cinco meses. Os primeiros resultados do censo devem ser divulgados em junho.

O seminário, que será realizado em parceria com o IBGE, ocorre no auditório Nereu Ramos, a partir das 9 horas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink