Seminário em Alagoas discute Programa de Sementes e safra 2010
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)


Agronegócio

Seminário em Alagoas discute Programa de Sementes e safra 2010

A safra de grãos para 2010, comercialização e formação de estoque também estarão na pauta de discussões
Por:
1167 acessos

Agricultores familiares e representantes de entidades vinculadas ao setor estarão reunidos no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, na segunda-feira (30), para discutir os resultados do Programa de Sementes e o fortalecimento dos bancos comunitários de sementes e ferramentas.

As entidades e o governo do Estado vão debater também os desdobramentos e a aplicação da Lei Estadual 6.903/2008 como estratégia para promoção do desenvolvimento rural sustentável. A safra de grãos para 2010, comercialização e formação de estoque também estarão na pauta de discussões.

O II Seminário de Sementes começa às 9h e se encerra às 13h e deverá contar com cerca de 1.200 agricultores vindos de todas as regiões de Alagoas. Numa iniciativa da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), com apoio do Sebrae/AL, o evento vai contar também com prefeitos, gestores de órgãos públicos e técnicos do setor rural.

Autonomia – Para a secretária de Estado da Agricultura, Inês Pacheco, esse será um momento da sociedade discutir com o governo os resultados do Programa de Sementes e também fazer sugestões para melhorias. “Será um espaço democrático, no qual serão discutidas estratégias para apoio a agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas e indígenas”, frisou Inês.

Segundo ela, as ações do Programa de Sementes, vinculado ao Alagoas Mais Alimentos, contribuem significativamente na segurança alimentar das populações em situação de vulnerabilidade social e econômica e no aumento da renda.

“Com as sementes recebidas e o apoio técnico, as famílias plantam e obtêm alimento e renda com a venda de parte da produção. O que queremos é que elas tenham auto-sustentabilidade”, argumentou a secretária, ressaltando que, para isso, o Estado tem apoiado a formação e o fortalecimento dos bancos comunitários de sementes e de ferramentas.

Entidades – Foram convidadas para o seminário cerca de 600 entidades vinculadas à agricultura familiar, entre elas as seguintes: Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag); Central Estadual das Associações de Agricultores Familiares (Ceapa); Companhia Nacional de Abastecimento (Conab); Cooperativa dos Bancos Comunitários de Sementes (Coopabacs); Organização Não-Governamental Cactus; Núcleo de Desenvolvimento Comunitário (Nudec); Fundo para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Fundaf); Associação de Agricultores Alternativos (AAGRA).

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink