Seminário incentiva promoção de alimentação saudável no Paraná

Agronegócio

Seminário incentiva promoção de alimentação saudável no Paraná

“Seminário Regional Educação Alimentar e Nutricional + PAA Modalidade Compra Institucional – Fortalecendo ações para promoção da alimentação saudável”
Por:
320 acessos

Com o intuito de integrar profissionais e gestores das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Agricultura, no Paraná, começa nesta quarta-feira (7), em Curitiba, o “Seminário Regional Educação Alimentar e Nutricional + PAA Modalidade Compra Institucional – Fortalecendo ações para promoção da alimentação saudável”. O encontro vai reunir a delegacia federal do Paraná (DFDA-PR), cooperativas da agricultura familiar, lideranças do meio rural, nutricionistas, gestores de escolas, técnicos de planejamento e demais representantes de órgãos públicos estaduais para que avancem nas práticas da Educação Alimentar Nutricional (EAN) e da modalidade Compra Institucional do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) no Paraná.


A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead) é parceira nessa iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, juntamente com o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) e a Universidade Federal Ouro Preto (UFOP). Ela estará representada pela sua delegacia federal no estado do Paraná, a DFDA-PR, que está sob o comando de Carlos Rizzardi. O delegado explicou que o PAA é pouco conhecido na região e esse evento é de suma importância para que instituições do governo realmente façam parte, agregando valor a todos os envolvidos e gerando renda ao estado. “É uma modalidade de compra que os órgãos federais devem adquirir 30% da agricultura familiar por meio de chamada pública, mas infelizmente só a Universidade Federal do Paraná a realizou. Esperamos que mais instituições façam adesão, já que vão ter garantia do acesso à uma alimentação saudável. E por outro lado, a nossa agricultura também ganha com a garantia de mais esse canal de venda”.


Ainda segundo Rizzardi, a agricultura familiar conta com um diferencial que é o cooperativismo. De acordo com dados da DFDA-PR, dos 170 mil agricultores familiares com DAP existentes hoje, no Paraná, cerca de 50 mil são associados a alguma cooperativa ou associação. Existem 151 cooperativas singulares, seis cooperativas centrais e 130 associações de produtores com DAP Jurídica habilitadas a fornecer no PAA. “É esta realidade que pretendemos divulgar no seminário para aumentar o acesso aos mercados institucionais em prol da agricultura familiar paranaense”, ressaltou o delegado.


O seminário segue até quinta-feira (8) e, entre as atividades, os participantes poderão destrinchar os temas envolvidos e relacionar um ao outro para avançar nas ações em prol da alimentação saudável. Entre os principais temas estão “Educação Alimentar e Nutricional e a Modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos: um diálogo possível”; “Realidades, desafios e potencialidades sobre as práticas de Educação Alimentar e Nutricional e a Modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos”; e “Educação Alimentar e Nutricional e a Modalidade Compra Institucional: Uma agenda intersetorial para a promoção da alimentação saudável”.
Ao final das atividades, será reservado um tempo para perguntas e respostas. Em seguida, será apresentada a avaliação do encontro. Os interessados em participar do evento, podem se inscrever aqui. 


PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção. Os agricultores familiares podem vender para o PAA de forma individual ou coletiva - por meio de cooperativas da agricultura familiar de que façam parte. As compras são realizadas pelos Governos Estaduais e Prefeituras Municipais que participam do programa, e pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), com recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead).

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink