Senado dos EUA aprova cortes de subsídios
CI
Agronegócio

Senado dos EUA aprova cortes de subsídios

Por:
O Senado dos Estados Unidos aprovou na quinta-feira (21) uma nova lei agrícola de cinco anos (Farm Bill) que revisa os subsídios concedidos aos produtores rurais do país, reduzindo gastos públicos em bilhões de dólares, mas fortalecendo a ajuda a programas de seguro rural. O projeto, que passou com 64 votos a 35, contém cerca de US$ 23,6 bilhões em cortes de gastos com subsídios agrícolas e outros programas do governo durante um período de dez anos. A Câmara dos Representantes ainda precisa elaborar sua própria versão da lei


O projeto do Senado, se confirmado, elevará os valores pagos pelo governo para seguros rurais e removerá um programa de pagamentos diretos a produtores que já dura 20 anos e custa quase US$ 5 bilhões por ano.

Os pagamentos são feitos mesmo quando os agricultores não estão produzindo.

Estima-se que os subsídios agrícolas sejam reduzidos em cerca de US$ 19,5 bilhões, durante 10 anos, mas as transferências do governo que ajudam os produtores a pagar prêmios de seguros e que subsidiam seguradoras rurais seriam elevadas em US$ 3,2 bilhões, conforme o escritório de orçamento do Congresso.


O corte de cerca de US$ 4,5 bilhões em vales-refeição enfureceu alguns senadores do Partido Democrata, mas "conservadores fiscais" reclamaram que os cortes não foram suficientes.

A Farm Bill contém cerca de US$ 80 bilhões em gastos por ano com vales-refeição e outros programas de nutrição para os mais necessitados. A maioria dos cortes propostos provém da eliminação de uma brecha que permite beneficiários de um programa de assistência à calefação possam receber também a ajuda de vales-refeição.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink