Senadora Ana Amélia está preocupada com mau resultado da balança comercial

Agronegócio

Senadora Ana Amélia está preocupada com mau resultado da balança comercial

Número só não foi pior por causa da safra recorde de grãos
Por:
630 acessos
Em pronunciamento nesta terça-feira (2), a senadora Ana Amélia (PP-RS) se declarou preocupada com o baixo desempenho da balança comercial brasileira, que fechou o primeiro trimestre com o pior resultado dos últimos 11 anos.
 
A balança comercial encerrou em março com um saldo de apenas US$ 164 milhões, com exportações de pouco mais de US$ 19,32 bilhões e importações de R$ 19,15 bilhões, de acordo com dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior citados pela senadora.
 
- Mesmo se tratando de um resultado positivo, esse é o pior resultado para o mês desde 2001 - enfatizou Ana Amélia, lembrando que os números se somam à preocupação com a inflação e com o baixo crescimento econômico, "intensificados pela crise internacional".
 
A parlamentar ressaltou que especialistas em comércio internacional calculam que o saldo da balança comercial deve ficar, este ano, entre US$ 7 bilhões e R$ 8 bilhões. Para a senadora, isso significa que o Brasil está vendendo muito menos e que as empresas, independentemente do porte, poderão demitir funcionários, cancelar contratos ou até fechar as portas.
 
Ana Amélia apontou a demissão de trabalhadores da indústria calçadista no Rio Grande do Sul como resultado da queda nas exportações. Em Sapiranga, no Vale do Sinos, uma fabricante de calçados femininos demitiu 460 funcionários nesta semana. A outra unidade da empresa que atua no Estado desde 1968, em Santo Antônio da Patrulha, será fechada e mais 150 trabalhadores serão demitidos.
 
- São impactos extremamente preocupantes para a economia gaúcha e para a economia desses dois municípios. Muitas cidades se sustentam devido a segmentos específicos focados também no comércio exterior, como é o caso do setor coureiro-calçadista – completou a parlamentar.
 
Na avaliação da senadora, o resultado da balança só não foi pior por causa da safra recorde de grãos, de mais de 183 milhões de toneladas, números que, segundo ela, "continuam favorecendo de modo importante o resultado comercial do Brasil no exterior e a própria economia". Ainda assim muitos produtores de soja estão reprogramando os contratos em função de problemas com transporte nas estradas, lembrou Ana Amélia.
 
A senadora concluiu afirmando que as políticas de comércio e de negociação comercial devem ser estimuladas, como estratégia importante para evitar maiores prejuízos em momentos de crise econômica.
 
- Políticas econômicas claras, transparentes, com foco no livre mercado devem ser fortalecidas, desde que se estimule a produção local e que se conservem os empregos locais - enfatizou a senadora.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink