SENAR Minas inicia Jovem no Campo em Itajubá

Agronegócio

SENAR Minas inicia Jovem no Campo em Itajubá

Começou esta semana em Itajubá uma nova turma do Programa Jovem no Campo, oferecido pelo SENAR Minas
Por:
357 acessos

Começou esta semana em Itajubá uma nova turma do Programa Jovem no Campo, oferecido pelo SENAR Minas. Esta edição é realizada em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Itajubá e a multinacional MAHLE, que procurou o SENAR para realizarem juntos o programa. Os jovens selecionados serão capacitados em Olericultura Orgânica.

A abertura ocorreu no auditório do Centro de Treinamento da MAHLE, em Itajubá. Participaram da cerimônia representantes da empresa, o gerente regional do SENAR em Lavras, Celso Vieira, a assessora pedagógica Mírian Rocha e a analista técnica da Formação Profissional Rural (FPR) Marília Saraiva.

O programa começou este mês e termina em junho de 2017. São 580 horas/aula. Esta turma conta com 40 participantes entre 15 e 18 anos. As aulas, que acontecem na sede da MAHLE, serão ministradas por vários instrutores qualificados pelo SENAR Minas. A parte prática, que é a construção da horta orgânica, também será feita na empresa. Todos os produtos que forem produzidos na horta serão distribuídos para entidades carentes de Itajubá.

Jovem no Campo

O objetivo do programa de capacitação é preparar o jovem para o mercado de trabalho rural. Ele é estruturado em módulos com conteúdos básicos e de gestão. No primeiro são abordados matemática, português e informática, além de segurança no trabalho; nas etapas específicas do programa, o aluno aprende o passo a passo da produção de hortaliças orgânicas e aprende também sobre gestão.

De acordo com Mírian, o programa Jovem no Campo foi criado em 2010 e é totalmente voltado para a formação do jovem. Já foram capacitados aproximadamente 1500 pessoas, em várias regionais e ocupações, como Bovinocultura de Leite, Apicultura, Equideocultura, Olericultura e outros.

O programa foi dividido em duas turmas, cada uma com 20 alunos, sendo uma no período da manhã e outra à tarde. Ao final do programa, os participantes aprovados recebem um certificado – mas só se somarem 80% de aproveitamento e 80% de frequência em todos os módulos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink