Agronegócio

SENAR Minas realiza Programa Jovem no Campo na área de mecanização do café

O curso de qualificação será desenvolvido com carga horária estimada em 500 horas, com aulas práticas e teóricas.
Por:
253 acessos

O SENAR Minas, em parceria com a Fundação Hanns R. Neumann Stiftung, Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Amparo e Fazenda da Lagoa NKG – Neumann Kaffee Gruppe vai promover, no município de Santo Antônio do Amparo, o Programa Jovem no Campo voltado para a mecanização cafeeira.

Desde o início desta semana o analista técnico da Formação Profissional Rural (FPR) Wander Magalhães Moreira, junto com os instrutores de mecanização agrícola Luiz Carlos Dias Carvalho e Wellington Durço Pereira estão trabalhando no planejamento pedagógico do programa com base nas máquinas e implementos da Fazenda da Lagoa, onde o curso será aplicado.

O gerente regional do SENAR em Lavras Celso Vieira também acompanha o trabalho: “os representantes da fundação e da fazenda nos procuraram e apresentaram a demanda. A proposta foi aprovada e estamos trabalhando na construção do programa conforme a demanda daquela região”.

De acordo com Wander, o SENAR já tem cursos realizados nas áreas de apicultura, olericultura, fruticultura, equideocultura, bovinocultura, avicultura, jardinagem, floricultura e, agora, está sendo criado o de mecanização agrícola para a cultura do café. “A demanda foi levantada pelo público que é atendido pela fundação. A ideia é capacitar os jovens e inseri-los no mercado de trabalho rural”.

O curso de qualificação será desenvolvido com carga horária estimada em 500 horas, com aulas práticas e teóricas. Conforme a lei, podem participar jovens entre 18 e 23 anos, que tenham concluído ou estejam cursando regularmente os Ensinos Fundamental, Médio ou Educação de Jovens e Adultos, com vínculo ou afinidade com o meio rural.
“Nós vamos oferecer toda infraestrutura da propriedade para atender a demanda da comunidade e região. Já desenvolvemos o ‘Projeto Jovem’ e o SENAR Minas sempre foi um parceiro nosso”, explica o gerente e agrônomo da Fazenda da Lagoa, Patrick Avelar Lage.

Fabrício Reis Martins, presidente do Comitê Projeto Jovem da Fundação Hanns Neumann diz que tudo começou com um trabalho de pintura sobre o meio rural com as escolas municipais e particulares de Santo Antônio do Amparo. “A exposição dos quadros foi um sucesso e foi a partir dessa inciativa que resolvemos ampliar as nossas ações no campo”.

Segundo Lysandra Matsumoto, coordenadora do Projeto Jovem, as atividades começaram em 2014. O projeto, que tem a parceria com o setor público e privado, desenvolve um conjunto de ações focado no jovem.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink