SENAR Minas realiza seminário de piscicultura para técnicos da Emater

Agronegócio

SENAR Minas realiza seminário de piscicultura para técnicos da Emater

O seminário realizado no Centro de Treinamento de Furnas e no Rancho Nossa Senhora Aparecida, em São José da Barra, reuniu 33 técnicos.
Por:
261 acessos

Técnicos da Emater na regional de Passos participaram de seminário sobre criação de peixes e beneficiamento, ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Minas Gerais, SENAR Minas. A ação integrou calendário de capacitação da empresa de assistência técnica, realizado em uma semana, com a participação de outras instituições como UFMG, EPAMIG (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais), Secretaria da Pesca e empresas do setor. O seminário realizado no Centro de Treinamento de Furnas e no Rancho Nossa Senhora Aparecida, em São José da Barra, reuniu 33 técnicos.

Este foi o primeiro evento da regional do SENAR em Passos somente para técnicos da Emater. A instrutora Amônia Silva Oliveira, que ministrou a capacitação, destaca a importância da parte prática com a abordagem das técnicas de abate e filetagem. A capacitação abordou também questões como legislação, Regulamento Técnico do IMA e higiene com foco sobre a Agricultura Familiar, público alvo dos programas da Emater.

Para o gerente regional da Emater em Passos, Frederico Osanan, o objetivo dessa capacitação é melhorar a qualidade da assistência técnica aos produtores e atualizar as informações ligadas à atividade. “A importância desse trabalho é a demonstração e compreensão da piscicultura como atividade importante, que contribui para o desenvolvimento regional, além de ser uma alternativa da geração de renda para os produtores rurais”.

Para o gerente do SENAR no escritório regional de Passos, Rodrigo de Castro Diniz, a aproximação efetiva com a Emater pode resultar em excelentes trabalhos. Ele espera realizar outras ações em parceria com a empresa.

Café

Em São Sebastião do Paraíso, o SENAR realizou outro seminário, com o tema “Terreireiro via seca e úmida”. O evento reuniu 13 pessoas que reciclaram seus conhecimentos com o instrutor Caio Sandoval. Realizado na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, o resultado é considerado positivo pelos mobilizadores do município.

A Norma Regulamentadora 31, do Ministério do Trabalho, define obrigações que devem ser observadas na organização e no ambiente de trabalho de forma a tornar compatível o planejamento e o desenvolvimento das atividades agrícolas com a segurança e a saúde do trabalhador. A capacitação do trabalhador para exercer as atividades de mecanização no campo é quesito fundamental e exige atualização de conhecimentos a cada dois anos.

Para atender a essa norma com mais dinamismo, o SENAR criou os seminários, que possuem uma carga horária menor (8 horas) e reduzem substancialmente o custo do empregador para atualizar seu funcionário. “Os seminários são uma ação efetiva do SENAR para reduzir os custos operacionais dos produtores rurais na atualização de conhecimentos de sua equipe”, disse o gerente Rodrigo de Castro Diniz.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink