Senar/MS começa 2012 com três novos projetos


Agronegócio

Senar/MS começa 2012 com três novos projetos

Para esses três programas estão previstos 22 eventos no total
Por:
668 acessos
Três novos programas voltados a capacitação do produtor rural serão parte dos novos projetos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS – Senar/MS. O programa Mais Floresta, que incentiva o plantio de eucalipto e seringueiras em regiões onde as pastagens estão degradadas, continuará em 2012, mas dará espaço também para o Pró-ovinos que incentiva a ovinocultura no Estado, o programa Mais Leite, que estimula a produção com mais qualidade e um projeto ainda sem nome, para a recuperação de pastagens em áreas degradadas.


Para esses três programas estão previstos 22 eventos no total. Os eventos serão palestras em workshops com duração de aproximadamente oito horas. Especialistas de cada área vão abordar assuntos ligados a produção, como manejo de cada atividade rural, e mercado interno e exportação. “Será a oportunidade para esses produtores se informarem sem precisar se locomover para Campo Grande”, explicou o superintendente do Senar/MS, Clodoaldo Martins.

Conforme o superintendente, mesmo com os cursos de qualificação nos municípios do interior ainda existe uma carencia de informações de alternativas de produção e manejo. “Apesar do Senar/MS ter suas ações bastante focadas nos municípios do interior, elas estão mais próximas de cursos para trabalhadores rurais. O objetivo é que ela se volte também ao produtor rural, que por conta da sua atividade rural, acaba não conseguindo vir a Campo Grande para acompanhar as palestras”, explica Martins.


Programa Pró-ovinos
O objetivo é incentivar a produtividade da ovinocultura de MS, como uma atividade sustentável, pela disseminação de técnicas de criação, por meio de palestras, mesas redondas, painéis voltados para o produtor rural. A meta do Senar/MS é sensibilizar 750 produtores em seis municípios, realizar capacitação para 750 interessados, por meio de seminários, elaborar 30 palestras técnicas com a temática da criação sustentável e promover o incremento na produção de cordeiros de corte de qualidade.

Programa Mais Leite
Serão organizados ciclos de palestras em cinco cidades sobre a qualidade de leite. O objetivo do projeto é debater e instrumentalizar a cadeia leiteira sobre a Instrução Normativa 51, estimular o estudo e a formação de novos técnicos e produtores sobre a questão da qualidade do leite, de produtos lácteos, buscar intercâmbios entre a indústria e os produtores e debater a viabilidade econômica da atividade leiteira no país.



Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink