SENAR-MT deve dobrar demanda de treinamentos para Regional de Sorriso em 2017

Agronegócio

SENAR-MT deve dobrar demanda de treinamentos para Regional de Sorriso em 2017

Foi registrado um aumento considerável na demanda por treinamentos junto ao SENAR-MT.
Por:
366 acessos

Mesmo antes de concluir o Plano Anual de Trabalho (PAT), a regional de Sorriso, formada por 12 municípios já registrou um aumento considerável na demanda por treinamentos junto ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT). A maior procura é por qualificação de mão de obra na área de saúde e segurança no trabalho e cursos de formação de profissionais para o setor de máquinas e implementos agrícolas.

O supervisor da regional de Sorriso, Regis Bozoki, conta que assim como as outra 10 regionais do SENAR-MT,  a de Sorriso também foi reestruturada. "Na verdade, ficamos com o mesmo número de municípios, perdemos dois e ganhamos dois". Bozoki diz ainda que a regional tem uma demanda bastante diversificada porque vários municípios passam por transição econômica.

Vera é um deles. "Até bem pouco tempo tínhamos a extração da madeira como base da economia. Nos últimos 10 anos os produtores começaram a investir na produção de soja e milho. Este é um dos motivos pelo qual temos solicitado muitos treinamentos para qualificar e capacitar profissionais para atuarem na operação de máquinas e implementos agrícolas", conta o presidente do Sindicato Rural de Vera, Vidimar Siliprandi.

Já em Sorriso, município onde a regional do SENAR-MT está instalada, a principal demanda junto a instituição de ensino rural é a formatação de novos treinamentos para o setor de irrigação. O presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Laercio Pedro Lenz, conta que a seca deste ano causou muitos prejuízos e, com isso, os produtores estão investindo em irrigação e precisam de profissionais capacitados e qualificados para atuar neste setor.

Assim como na maioria dos municípios produtores de grãos, em Nova Ubiratã, Ipiranga do Norte, Lucas do Rio Verde e Tapurah o maior número de treinamentos solicitados são aqueles na área de saúde e segurança no trabalho e máquinas e implementos agrícolas. Outra demanda comum nestes municípios que fazem parte do ranking dos maiores produtores de grãos é o de capacitação e qualificação de profissionais para atuar no combate ao fogo. "O Corpo de Bombeiro exige que na propriedade tenha um profissional capacitado para atuar nessa área", ressalta o presidente de Nova Ubiratã, Albino Ruiz.

Em Nova Mutum, este ano, o diferencial é um aumento muito grande na demanda de treinamentos. O mobilizador Evaldo souza Costa conta que logo após a reunião de sensibilização do Plano Anual de Trabalho (PAT) já começaram a chegar as solicitações. "Em uma semana recebemos a solicitação de mais de 200 treinamentos", conta. Segundo Costa, o município tem dois assentamentos. "Para este público as ações do SENAR-MT mostram formas de agregar valor ao que eles produzem e, consequentemente, ajudam a melhorar a renda da família e a qualidade de vida deles".

A regional de Sorriso, tem um diferencial que é o curso técnico de Agropecuária realizado pelo SENAR-MT, em parceria com o Sindicato Rural de São José do Rio Claro e o Governo do Estado. Além do curso técnico, os alunos contam que fazem todos os treinamentos do Senar-MT para agregar conhecimento a formação e também certificados ao currículo. "A procura foi tão grande que tivemos que abrir a segunda turma. A região é muito carente de mão de obra qualificada. Os participantes estão frequentemente procurando vagas para fazer os cursos do SENAR-MT", destaca o presidente do

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink