SENAR-PR ajuda aluna de colégio agrícola a conquistar emprego
CI
Imagem: Pixabay
CAPACITAÇÃO

SENAR-PR ajuda aluna de colégio agrícola a conquistar emprego

A aluna fez as capacitações “MIP-Soja” e “Aplicação de Agrotóxicos” e acabou selecionada entre os candidatos para vaga
Por:

Um dos princípios do SENAR-PR é promover ações de formação profissional, propiciando oportunidades. Na região Sul do Paraná, Juliane Signorelli, aluna do Colégio Agrícola Estadual Lysimaco Ferreira da Costa, em Rio Negro, viu isso se concretizar em sua vida. Logo após terminar o ensino médio, Juliane foi selecionada, dentre dezenas de candidatos, para uma vaga de emprego em uma empresa do ramo agropecuário em Mafra, em Santa Catarina, município limítrofe. O diferencial para sua contratação foram os cursos do SENAR-PR.

A jovem de 18 anos participou das capacitações “Manejo Integrado de Pragas – inspetor de campo (MIP-Soja)” e “Aplicação de agrotóxicos – NR 31.8”. O conhecimento dos cursos aliado à formação técnica em agropecuária pelo colégio agrícola fizeram com que Juliane adquirisse mais confiança para entrar no mercado de trabalho.

“Os cursos do SENAR-PR abrem as portas para muitos alunos que procuram emprego, porque você começa a ter convivência com outras pessoas fazendo os cursos”, afirma.

Este, inclusive, não foi o primeiro resultado concreto da dedicação de Juliane. Em 2019, quando cursava o segundo ano do ensino médio, a aluna foi contemplada em um projeto do colégio agrícola em parceria com o Instituto Souza Cruz, organização que oferece incentivo financeiro para jovens empreendedores que vivem em territórios rurais, como ferramenta de autonomia e geração de renda. Juliane, filha de produtores rurais, foi selecionada com um projeto de ovinocultura, que, posteriormente, foi implantado na propriedade da família.

Cooperação 

Na opinião do instrutor do curso MIP-Soja, Leandro Alegransi, os cursos do SENAR-PR oportunizam situações como a de Juliane, fazendo com que os jovens tenham capacidade de mostrar mais conhecimento e, assim, se destacarem. “Eu já ministrei esse curso em outros colégios agrícolas e tive exemplos parecidos. Não só o certificado, mas eu acredito que a soma do curso com o empenho individual do aluno faz com que eles tenham essa capacidade de, em uma entrevista, demonstrar segurança naquilo que falam”, aponta. “As experiências práticas também são um diferencial dos cursos do SENAR-PR, que incluem essa vivência no campo que vai além do conteúdo na sala de aula”, complementa o instrutor.

A parceria entre o SENAR-PR e o Colégio Agrícola de Rio Negro vem de longa data. Segundo o diretor Márcio Castelhano, há 27 anos na instituição, um dos principais objetivos é oferecer complementação técnica à grade curricular. O caso de Juliane é mais um exemplo do sucesso deste trabalho conjunto e da dedicação da equipe pedagógica e dos alunos.

“Os cursos do SENAR-PR são um complemento não apenas em relação a novos conteúdos, mas também em atualização. Os instrutores estão sempre mais atualizados, abordam novas tecnologias e trazem novidades, dando essa visão para o aluno uma visão mais ampla, o que é muito importante”, salienta Castelhano.

Na outra ponta desta parceria está o Sindicato Rural de Rio Negro, que atua lado a lado com o colégio, auxiliando na mobilização dos cursos e elaboração da programação para atender os interesses dos alunos. “Mesmo agora durante a pandemia, o colégio fez de tudo para continuar mantendo contato com os alunos, divulgando os cursos do SENAR-PR e oferecendo suporte. É realmente uma parceria de sucesso”, garante a mobilizadora do Sindicato Rural de Rio Negro, Anna Danielle Lazzari.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink