Sensoriamento gera impacto positivo sobre crédito agrícola
CI
Agronegócio

Sensoriamento gera impacto positivo sobre crédito agrícola

Embrapa e a R3ZIS passam a atuar em conjunto no sensoriamento de áreas agrosilvipastoris
Por:

A Embrapa e a R3ZIS, a partir da cooperação assinada, em Brasília, na quarta-feira (18), passam a atuar em conjunto no setor de sensoriamento remoto para controle de risco, nas áreas agrosilvipastoris. A iniciativa vai possibilitar um impacto positivo sobre o crédito agrícola, seguro e resseguro rural, como frisou o diretor-presidente da Embrapa, Pedro Arraes, e abrirá fronteiras de ganhos nacional e internacional.

A R3ZIS é uma nova empresa – um pool formado pela Brasil Marketing Internacional (BMI), Geoconsult, Agrorisk Consultoria Empresarial, Dataplanta Consultoria em Monitoramento Agro-ambiental e Seguro Agrícola e Asther Serviços Empresariais. Entre seus parceiros, figura a RapidEye, empresa alemã que coordena o uso de uma constelação de satélites, com bandas espectrais específicas para agricultura e florestas, que garante a cobertura de grandes áreas.

Ao modelar as probabilidades associadas a eventos incertos e quantificar seus impactos, o sensoriamento remoto cria um ambiente favorável para a cadeia produtiva, como um todo, pois permite a viabilização de soluções. O leque que se abre beneficia entidades públicas e privadas envolvidas com inovação, produção, custeio, comercialização, seguridade e promoção de políticas voltadas para o agronegócio, sejam em grande escala ou no âmbito familiar.

O instrumental utilizado permite o planejamento e a organização de bases de dados georeferenciados, que reúnem informações sobre riscos e suas séries históricas. Esses elementos vão permitir a caracterização físico-geográfica, sócio econômica, infra-estrutural e de programas a serem desenvolvidos no ambiente agrosilvipastoril.

O risco do setor envolve inúmeras variáveis, cujos componentes dinâmicos levam em conta fatores financeiro, climático, agrícola, moral, logístico, sócio ambiental e suas diferentes combinações. Assim, o controle dos riscos implica na diminuição dos juros do crédito rural e nos valores do seguro e resseguro rural, uma vez que, quanto maior o risco, maior os juros.

As parcerias internacionais da Embrapa também serão beneficiadas, pois a abrangência das ferramentas será alidada para a solução de problemas prioritários, identificados, por exemplo, nos diversos projetos que a empresa realiza na África.

O acordo de cooperação tem validade de cinco anos e pode ser renovado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink