Servidores da Embrapa voltam ao trabalho

Agronegócio

Servidores da Embrapa voltam ao trabalho

300 servidores da Embrapa Soja em Londrina voltam ao trabalho depois de dois dias de paralisação
Por:
1351 acessos
Os 300 servidores da Embrapa Soja em Londrina voltam ao trabalho nesta quarta-feira (22) depois de dois dias de paralisação. Eles aderiram à mobilização nacional da categoria, que reivindica reajuste de 5% mais reposição do índice de inflação, isonomia de benefícios e inclusão de cláusula contra demissão imotivada. 


À tarde, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), sessão Londrina, realiza uma assembleia na sede da instituição para discutir encaminhamentos. Segundo Marcos Aurélio Mafra, vice-presidente do Sinpaf, ontem houve uma reunião entre sindicato, Ministério da Agricultura e Embrapa, e hoje deve ser apresentada uma proposta para a categoria.


''Estamos confiantes na proposta e abertos à negociação. Ninguém quer ficar sem trabalhar porque somos uma empresa de pesquisa que tem muitos projetos em andamento'', afirma o sindicalista. Das 47 unidades da Embrapa no Brasil, apenas a unidade Arroz e Feijão, em Goiás, não aderiu à mobilização. Em todo o País são nove mil servidores.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink