Setor agrícola baiano comemora resultados de 2011


Agronegócio

Setor agrícola baiano comemora resultados de 2011

Plantio de soja, algodão, milho e café cresceram
Por:
1624 acessos
O ano de 2011 se encerra com resultados históricos para o setor do agronegocío na Bahia O setor representa 25% da economia do Estado e registrou recordes nas safras de commodities Preros elevados no mercado externo e a aprovarão da nova lei ambiental elevam as previsões otimistas para 2012.


Segundo o diretor regional da Associação dos Agiicultores a Irrigantes da Bahia (Aiba) e presidente da Associação dos Piudutoresde Café da Bahia (Assocafé), João Lopes Araújo, os preços das commodities. que possibilitou uma melhor remuneração dos produtores e as condições climáticas no oeste baiano devem incentivar a ampliação das áreas plantadas no pro?xlmo ano e o crescimento da produção.

"Para a Bahia, foi importante a posição que o Estado conseguiu com a qualidade da produção. Isso nos faz crer que o plantio de soja, algodão, milho, café, de modo geral,que esta sendo realizado agora , será ampliado acho que agente pode bater outro recorde,porque a chuva está fantástica no oeste, as condições climáticas estão bastante favoraveis", afirma.


Nem mesmo a crise econômica na Europa e nos Estados Unidos deve desistimular a produção de grãos na Bahia, de acordo previsão de João Lopes. Para ele, a previsão do mercado para os preços das commodities será de remuneração para os produtores.

"O quadro mundial de pessimismo não parece ameaçador porque o déficit de alimento no mundo é claro.E os grandes compradores em potencial , como a China, vão continuar crescendo e cunsumindo Como alimento não é uma coisa que se possa deixar de consumir,mesmo com a crise não afeta um nível de consumo", destaca.

A recente aprovação da nova lei ambiental no Estado é motivo de comemoração para o setor, segundo o produtor. "Do jeito que estava não dava para promover o desenvolvimento do Estado.Estamos destravando de vez o processo de licenciamento", afirma Com isso. ele espera que os mais de 13 mil processos amontoados para o licenciamento de propriedades agricolas sejam resolvidos. Ao todo,o Estado registra cerca de 7O mil propriedades produtivas sem licenças.


O diretor da Aiba avalia como positiva a discussão sobre o novo Código Florestal brasileiro, mesmo que o texto ainda não tenha sido aprovado. "(O Código) já está maturado. Acreditamos que se acontecer alguma modificaçao será mínima e vamos ter um código florestal que vai ajudar muito o agronegocío brasileiro. Tivemos um longo período de convivência com leis arcaicas". critica.

Café

O consumo de café no mundo vem crescendo em 2% ao ano,enquanto no Brasil o aumento chega a 5% anualmente.Mesmo como o maior produtorde café do mundo, João Lopes explica que ainda pode haver déficit para atender a demanda "Os estoques de café do mundo estão nos níveis mais baixos últimos 15 anos.O Brasil deve produzir aproximadamente 50 milhões de saca em 2012. Quando a gente tira 20 milhões para o consumo internor os 30 milhões para a exportação. como tem sido nos últimos anos, a gente fica com zero. Se houver algum problema climático, ficaremos sem sacas", salienta.


No entanto, a perspectiva para a produção de café no Pais é a melhor dos últimos dez anos, segundo ele. "Nos últimos 10 anos, o preço do café em dólar começou a subir, mas o real se valorizou 108% no governo Lula, por isso o preço subia lá fora, mas o produtor não via a remunerarão aqui Como consequencia a produção brasileira caiu. porque o produtor não estava sendo remunerado, e parou de produzir.Desde o ano passado porem com a alta do café. mesmo com o câmbio em desvantagem, está chegando um beneficio maior para o produtor de café. Isso tem permitido aumentar o plantio e recuperar.Temos um quadro muito positivo para o produtor de café para o próximo ano"

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink