Crescimento

Setor agropecuário foi o de maior crescimento em 2017

Economia cresceu 1%, dos quais, segmento foi responsável por quase ¾
Por: -Aline Merladete
19 acessos

A agricultura novamente é destaque no crescimento econômico do Brasil e foi o setor que mais cresceu em 2017. Com o melhor resultado da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 1996, segmento cresceu 13%. O desempenho foi o de mais peso no Produto Interno Bruto (PIB) de 2017 e representou 70% do crescimento da economia brasileira.

Os cultivos que mais favoreceram o resultado positivo em 2017 foram os de milho e soja. Ambos registraram crescimento expressivo – 55,2% na safra de milho e 19,4% na safra de soja, em relação a 2016. “São duas culturas muito importantes”, ressaltou a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis. 

As tecnologias de plantio e colheita aliados ao preparo correto do solo e irrigação adequada, são fatores que contribuem para o destacado desempenho. Muitas inovações poderão ser encontradas na AgroBrasília. Com exposição de máquinas e equipamentos modernos para preparo do solo, plantio, irrigação e colheita – a palestras e dias de campo – Feira Internacional dos Cerrados contribui para o crescimento do setor.

Em 2017, a AgroBrasília movimentou R$ 710 milhões em negócios, teve 430 expositores e recebeu quase cem mil visitantes. Durante a Feira, os agricultores tem acesso a tecnologias de ponta e conhecimento técnico. A disseminação de informação e a disponibilização de técnicas modernas criam condições para o setor agropecuário ter um bom desempenho econômico.   

Renda não acompanhou crescimento – segundo dados da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), houve redução estimada em 4,3% no PIB renda do agronegócio em relação ao ano anterior. O relatório do Centro de Pesquisas Econômicas (Cepea) da Esalq aponta como a baixa de preços reais como principal responsável pelo desempenho.
Serviço: em 2018, a AgroBrasília acontece entre 15 e 19 de maio. A entrada é franca.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink