Setor agropecuário promete ser um dos mais movimentados da Expobel
CI
Agronegócio

Setor agropecuário promete ser um dos mais movimentados da Expobel

Setor agropecuário, um dos mais movimentados
Por:
Francisco Beltrão - Seja na exposição dos mais belos exemplares de gado ou na comercialização de máquinas e implementos agrícolas, o setor agropecuário da Expobel é sempre uma atração aos visitantes e produtores rurais, ainda mais em uma região que tem no campo sua principal atividade econômica. Nem mesmo os efeitos da estiagem derrubam o otimismo do pessoal da Sociedade Rural de Francisco Beltrão, entidade que coordena o setor e crê que se repita o sucesso das edições anteriores.

“O agronegócio em si abrange o maior volume, o maior capital, dentro da Expobel. Certamente é o que envolve o maior grupo econômico, que é a comercialização de animais, comercialização de equipamentos para agroindústrias e comercialização de produtos para nutrição animal”, destacou o presidente da Sociedade Rural, Rudemar Tofolo, durante a reunião do Comitê Gestor, na manhã desta terça-feira na Acefb.

Estima-se que durante os dez dias de feira, cerca de 3.500 cabeças de gado, entre bovinos, equinos e caprinos, passem pelo parque. Todos esses animais, alguns da mais alta qualidade, como o gado de argola, serão leiloados, outros participarão de julgamentos e alguns somente serão exibidos. No caso dos bovinos leiteiros haverá também ranqueamento.

Apesar de ainda faltar cerca de um mês para a abertura da Expobel, os coordenadores do setor agropecuário estão com os preparativos encaminhados. Um dos destaques será o leilão do dia 11, transmitido em rede nacional pelo Novo Canal e que pode ter até duas mil cabeças de gado inscritas. Para este ano, as mangueiras da nova área da agropecuária no Parque de Exposições ainda não serão utilizadas por completo. A maioria dos animais ficará no local tradicional.

Raças nobres de equinos estarão em exposição

O setor de equinos pode ser tímido no tamanho, mas não em importância. Na área de pouco mais de 150 m² onde começou a ser construído o abrigo na manhã desta terça-feira estarão expostos 15 animais da região. Exemplares de manga larga, crioulo, inglês, quarto de milha e campeiro estarão em exposição. O setor também terá leilão de reprodução, em que “poderá ser adquirido o sêmen, ou a monta”, segundo o coordenado do setor, Alberi Agnoletto.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.